Mídias Sociais

Esporte

Finais do Campeonato Macaense das categorias de base foram realizadas no último final de semana

Avatar

Publicado

em

 

Como previsto, o final de semana reservou fortes emoções com as finais do Campeonato Macaense das categorias de base. Após duas partidas eletrizantes disputadas no Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, o Moacyrzão, foram definidos os campeões. No sub-11, o título ficou com o Grêmio Barroco. Já no sub13, o Prata da Casa levou a melhor sobre o Fluminense e faturou o caneco.

A final do sub-11 colocou frente a frente as duas melhores equipes da competição. De um lado estava a tradicional do Carapebus, que sempre monta times fortes e competitivos. Do outro tínhamos um estreante, considerado por muitos como a grande surpresa do torneio. A partida teve todos os ingredientes de uma grande final e foi literalmente decidida nos detalhes.

Após um empate por 1 a 1 no tempo normal, a decisão do título foi para os pênaltis, onde o estreante Grêmio Barroco acabou levando a melhor. Após uma série apertadíssima, o Grêmio bateu o Carapebus por 7 a 6  nas penalidades máximas, levando o tão sonhado caneco para a casa.

A final do sub-13 foi sem dúvidas uma das mais interessantes, sobretudo por trazer todo um histórico e rivalidade entre as equipes. Prata da Casa e Fluminense já haviam se enfrentado na final do mesmo torneio no ano passado, só que na ocasião, as equipes brigavam pelo título do sub-11.

Agora em 2017, os meninos de ambos os times foram promovidos para o sub-13 e se reencontraram novamente na final. Mesmas equipes, mesmo cenário e também o mesmo resultado. Assim como no ano passado, o Prata da Casa conseguiu impor o seu melhor futebol e faturou mais uma vez o título em cima do rival, dessa vez com uma vitória por 2 a 0.

“Fizemos uma competição que tivemos muito cuidado para realizar, principalmente por se tratar de crianças e jovens. Muitas equipes são de comunidades que tem um trabalho social. Sempre exigimos que os participantes estejam na escola e uma estrutura mínima da comissão técnica para dar assistência para esses meninos. A integração entre as comunidades é algo que para a gente não tem preço”, explicou Wandersson Agostinho, presidente da Liga Macaense de Desportos, que organizou o torneio.

“Os meninos nem dormem na véspera dos jogos. Existe uma expectativa muito grande por parte deles. Até mesmo por isso, resolvemos premiar todas as equipes com medalhas de participação. Na Liga nós nos preocupamos não somente em formar o jogador, mas também o cidadão, buscando dar todo o suporte para que eles possam chegar ao profissional mais preparados. Essa é a nossa missão, o nosso objetivo. Posso dizer que fechamos com chave de ouro as competições. Os campeões não eram favoritos. Foram dois jogos emocionantes. O Grêmio Barroco surpreendeu muito. Assim como o Prata da Casa que está com um trabalho social muito bom na Nova Holanda. Estão todos de parabéns”, finalizou Wandersson.

Sérgio Barcellos

Foto: divulgação

Mais lidas da semana