Mídias Sociais

Esporte

Domènec tenta explicar vexame do Flamengo em Goiânia

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Flamengo voltou a surpreender a todos na noite da última quarta-feira (12). E mais uma vez, a surpresa foi negativa. O Rubro-Negro foi atropelado pelo Atlético-GO em Goiânia. Detalhe: o adversário não disputava uma partida oficial desde março. A vitória dos donos da casa por 3 a 0 mais uma vez escancaram as dificuldades do time em superar a saída de Jorge Jesus e também de se adaptar ao novo treinador.

Dome vem tentando implantar seu estilo de trabalho no Flamengo, mas isso demanda tempo. O treinador chegou há pouco mais de uma semana ao novo clube e já teve que encarar dois jogos. Situação bem diferente da vivida por Jorge Jesus. O português teve cerca de um mês para treinar o time, fazer seus ajustes e mesmo assim teve dificuldade no início.

As diferenças entre os estilos são muitas. Dome vem sendo bastante criticado pelas mexidas no time. A mais recentes delas foi trocar Rafinha e Arrascaeta por Gustavo Henrique e Vitinho. Alterações drásticas de posicionamento e apatia também contribuem para as críticas.

"No primeiro jogo, começamos com o 4-4-2, como Jorge Jesus. Acho que jogamos muito bem no primeiro tempo do primeiro jogo e poderíamos fazer mais gols. Hoje, começamos no 4-3-3 e depois no 4-2-3-1. Respeito o trabalho do ano passado, não fiz muitas alterações, mas eu falo que é difícil ganhar novamente. É muito difícil. O ambiente com a pandemia é muito difícil", disse Domènec após a partida.

O treinador falou também sobre as duas derrotas consecutivas sofridas desde que assumiu o Flamengo. "Não é normal. O Flamengo é vencedor, ganhou quase tudo. Eu sou vencedor. Não me lembro de perder dois jogos seguidos, mas acontece algumas vezes no futebol. Por que? Porque as ligas não são as mesmas, algumas equipes fazem mais jogos que você e não é fácil. Temos que ter mais ritmo, mais treinamentos e jogar em um ritmo alto. Estamos trabalhando duro para isso. Não é fácil. Todos os times estão muito bem preparados para vencer equipes como o Flamengo", encerrou o espanhol.

Foto: Alexandre Vidal

Mais lidas da semana