Mídias Sociais

Esporte

Diretoria do Flamengo toma decisão sobre futuro de Rogério Ceni

Publicado

em

 

O clima nos bastidores do Flamengo não é dos melhores. Após a segunda derrota consecutiva da equipe no Campeonato Brasileiro, sacramentada no último domingo diante do Ceará, a diretoria do Rubro-Negro se reuniu para discutir os próximos passos do clube. A expectativa era que o técnico Rogério Ceni fosse desligado do cargo, mas ao que tudo indica, os dirigentes vão dar mais um voto de confiança ao treinador.

A direção está bastante insatisfeita com os resultados. As derrotas para Fluminense e Ceará pesaram contra o treinador, mas os dirigentes entenderam que Ceni não pode ser considerado o único culpado. Parte da responsabilidade recai sobre os jogadores, que também não estão rendendo o esperado dentro de campo.

Foram realizadas diversas conversas entre a cúpula de futebol do Rubro-Negro na manhã desta segunda-feira. Nelas, as partes entenderam que os problemas vão além de Ceni e por isso o treinador foi mantido no cargo. Mas é importante frisar que o treinador já não goza do mesmo prestígio de quando assumiu o clube. Apesar do voto de confiança, ele segue por um fio no comando da equipe. A situação na tabela só não está pior porque o São Paulo também sofreu duas derrotas nas duas últimas rodadas.

O próprio Rogério Ceni tentou bucar explicações para o momento vivido pela equipe. "Não consigo explicar de forma mais clara (porque não aproveitou oportunidades de chegar no São Paulo). Lamento. Vim aqui para ser campeão, quando me convidaram para vir. A gente está deixando passar as oportunidades. É culpa nossa, é culpa minha, nossa dentro de campo", disse o treinador.

A ausência da torcida por conta do coronavírus também foi lembrada pelo treinador. "Fazemos por merecer em alguns momentos, mas não estamos sendo efetivos. Principalmente pela ausência do torcedor; Aqueles 50, 60 mil de média por jogo são combustível importante. Só posso acreditar que seja isso. De resto tem sido feito de tudo. Eles têm se dedicado muito nos treinos, tem intensidade muito alta. A campanha dentro de casa posso avaliar que a voz do torcedor faz a diferença. Não tenho outra explicação para te dar", encerrou Ceni.

Foto: Alexandre Vidal

Mais lidas da semana