Mídias Sociais

Esporte

Diretoria do Botafogo se irrita após goleada e pode dar um choque de realidade no elenco

Publicado

em

 

A quinta derrota consecutiva do Botafogo no Campeonato Brasileiro irritou bastante a diretoria do clube. Após o 4 a 0 diante do São Paulo na noite da última quarta, os dirigentes ficaram surpresos com a falta de indignação do elenco. A leitura é que falta uma maior entrega dos jogadores, que pareciam conformados com o resultado no vestiário.

Mais que o resultado, salta aos olhos a facilidade com que o São Paulo construiu o placar. Aliado a isso, a passividade dos jogadores faz com que os dirigentes comecem a repensar o planejamento para a próxima temporada. Irritada, a diretoria pode rever a situação de jogadores que estão com contrato por vencer e que tinham a renovação encaminhada.

Entre os jogadores que estão com contrato para vencer no fim deste mês estão: Diego Cavalieri, Cícero, Guilherme Santos, Helerson, Lucas Campos, Luiz Otavio, Marcinho e Saulo. Recentemente, dois atletas tiveram seus vínculos renovados até o fim do Brasileiro: Bruno Nazário e Honda.

O objetivo é dar um choque de realidade no elenco, provocando uma iminente mudança de postura já para o duelo contra o Internacional no próximo sábado (12), às 19h, no Beira-Rio. A partida irá marcar a estreia de Eduardo Barroca a frente da equipe. Nos bastidores corre a informação também de que alguns jogadores podem ser barrados. Neste fim de semana, Barroca não poderá contar com Marcelo Benevenuto e Rafael Forster, que estão suspensos.

Além de barrar alguns atletas, a diretoria também prometeu uma premiação ao elenco em caso de permanência na Série A. Mas o entendimento é que falta cobrança dos próprios jogadores por uma reação no Brasileiro.

Foto: Vitor Silva

 

Mais lidas da semana