Mídias Sociais

Esporte

Destaque do Fluminense ainda não tem previsão de retorno aos gramados

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

A lesão do atacante Pedro atingiu todos os lados envolvidos, trazendo impactos para a Seleção Brasileira, o Fluminense e o próprio atleta. O jogador foi desconvocado dos amistosos de setembro e viu o sonho de vestir a amarelinha ser adiado. Além disso, ficará de fora de jogos importantes pelo clube. O departamento médico do tricolor ainda não sabe a gravidade da lesão. O risco de cirurgia é pequeno, mas não foi descartado.

Segundo informações, Pedro sofreu um estiramento nos ligamentos do joelho direito na partida diante do Cruzeiro. O coordenador médico do Fluminense, Douglas Santos, concedeu uma coletiva de imprensa nesta semana para falar sobre a situação do atleta.

“A chance de cirurgia é pequena. Mas ainda existe. Só mais pra frente vamos saber disso. A lesão no joelho é a mais freqüente no futebol. Foi uma entorse com estiramento do ligamento. Provocou um derrame articular. Ele saiu do jogo imediatamente e depois tentamos fazer uma avaliação melhor. Mas ele ainda tinha muita dor. A ressonância constatou o estiramento de alguns ligamentos. Se for só isso mesmo, o tratamento será conservador”, afirmou Douglas.

A lesão sofrida por Pedro lembra um pouco a que tirou Daniel Alves da Copa do Mundo. Inicialmente, o lateral-direito seria submetido a um tratamento conversador, mas acabou precisando passar por cirurgia, o que acabou atrasando o seu tempo de recuperação. O departamento médico do Fluminense evita dar um prazo para a volta de Pedro aos gramados. Tudo vai depender da evolução do quadro.

“Esperamos que em duas semanas ele volte aos treinos. Mas ainda não temos certeza de que foi só estiramento. Quando melhorar o derrame, ele será submetido a um novo exame para confirmar isso. A chance dele é muito boa, de ser só um tratamento conservador, mas 15 dias após a lesão ele vai passar por um novo exame”, frisou Douglas.

Foto: Nelson Perez


 

Mais lidas do mês