Mídias Sociais

Esporte

Derrota para a Cabofriense deixa o Macaé em situação delicada no Campeonato Carioca

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Macaé perdeu no último domingo o “clássico” regional contra a Cabofriense. Jogando no Estádio do Correão, o Alvianil Praiano acabou derrotado por 1 a 0, resultado que lhe complicou na briga para fugir da Seletiva. A equipe comandada pelo técnico Josué Teixeira terá a oportunidade de se recuperar no torneio na próxima quarta-feira (7), quando encara o Volta Redonda, no Estádio Moacyrzão, às 16 horas.

A derrota para a Cabofriense fez o Macaé cair para a lanterna do Grupo C, com apenas um ponto conquistado no segundo turno após três rodadas. Para piorar, o Alvianil Praiano caiu para a 10ª posição na classificação geral do torneio. De acordo com o regulamento do Carioca, as equipes que terminarem o estadual na 11ª e 12ª posição, terão que disputar a Seletiva do próximo ano, onde seis equipes brigam por duas vagas na elite do futebol carioca.

Antes de a bola rolar, a Cabofriense se encontrava em pior situação que o Macaé. Até mesmo por isso, a equipe encarou o duelo com os macaenses como uma decisão. O Tricolor Praiano se aproveitou do mando de campo para pressionar o adversário e conquistar sua primeira vitória na Taça Rio. O único gol da partida foi anotado pelo zagueiro Lucas Cunha, aos 21 minutos da etapa final. O Macaé chegou a ficar com um jogador a menos aos 36 minutos, quando o artilheiro Pipico recebeu o cartão vermelho por reclamação.

Agora na décima posição, o Macaé terá pela frente o Volta Redonda, atual 11º colocado na classificação geral. As duas equipes aparecem empatadas em pontos, ambas com 5, mas os macaenses levam vantagem no saldo de gols (-4 contra -8). Vencer o Voltaço no Moacyrzão é primordial para o Alvianil Praiano se afastar das últimas posições e respirar na competição.

Legenda: Zagueiro Lucas Cunha marcou o único gol da partida. Foto: Léo Borges 


 

Mais lidas do mês