Mídias Sociais

Esporte

Botafogo não desistiu da contratação de estrelas do futebol mundial

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Botafogo não desistiu da ideia de contar com mais uma estrela do futebol mundial. Informações de bastidores apontam que o clube espera o fim da pandemia para retomar com tudo as conversas por Yaya Touré e Obi Mikel, dois jogadores bastante conhecidos internacionalmente.

A princípio, a prioridade do clube segue sendo Yaya Touré. O Botafogo esteve perto de um acerto com o jogador antes da pandemia do coronavírus e espera retomar os contatos logo após a retomada normal de suas atividades. Segundo informações, o vice-presidente Ricardo Rotenberg vem mantendo contato constante com o jogador marfinense e ambos teriam concordado em esperar o fim da pandemia para retomar as conversas.

"O Ricardo fala com Yaya normalmente. Ficou combinado aguardar o controle dessa pandemia para começar a voltar a viver normalmente. Quando voltasse aos treinos, teríamos uma conversa definitiva, mas ele está doido pra vir", disse Carlos Augusto Montenegro, membro do comitê gestor de futebol do Alvinegro.

"Na hora que melhorar o clima, os jogos voltarem, vamos trazer um jogador do nível do Yaya. O Rotenberg citou o Robben, mas ele já parou de jogar, esses outros não. Vamos trazer alguém com a ajuda do torcedor. O Obi Mikel não tem o ibope do Yaya, Robben, Honda, mas seria um homem muito importante no meio. Temos um time muito jovem, nossa ideia é mesclar com essas peças experientes que trazem um refinamento", complementou Montenegro.

O Botafogo entende que a contratação de um jogador de peso pode trazer grande visibilidade ao clube e também atrair mais torcedores ao estádio. Além disso, um medalhão pode mobilizar também a venda de produtos e novas adesões no programa de sócio-torcedor.

Enquanto a pandemia do coronavírus não é contornada, o Botafogo segue em compasso de espera. O clube aguarda uma posição oficial das autoridades de saúde para definir seus próximos passos e quando poderá retomar os treinamentos e as atividades normais.

Foto: reprodução

Mais lidas da semana