Mídias Sociais

Esporte

Após fechar participação no Brasileiro, Flamengo volta todas as suas atenções para o Mundial

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

Após as conquistas do Brasileiro e da Libertadores, o Flamengo agora volta todas as suas atenções para o seu próximo objetivo no ano. O foco total é no Mundial de Clubes da Fifa. Uma prova disso foi a partida contra o Santos. Já declarado campeão do Brasileiro, o Rubro-Negro entrou completamente sem foco no jogo e acabou derrotado na Vila Belmiro por 4 a 0 diante do Peixe. A derrota deu fim a uma sequência de 29 jogos sem derrota da equipe.

Apesar do placar elástico, o técnico Jorge Jesus tratou de minimizar a derrota sofrida no litoral paulista. Para o treinador, o revés na Vila Belmiro se deu pelo fato dos jogadores estarem com a cabeça no mundial, algo que é completamente natural até mesmo pela grandeza do torneio. O treinador acredita que a derrota não trará nenhum impacto negativo ao time.

"Entrei com 11 jogadores. Dos 11, cinco ou seis entraram em campo. Os outros não conseguiram segurar o jogo. Essa derrota não vai abalar nada para o Mundial. Nesse jogo, a maior parte dos jogadores já estavam pensando na semifinal. Não podemos deixar de dar méritos ao Santos, uma equipe que jogou e foi competitiva. Mas o Flamengo depois de ganhar tudo... Não há mais nada para ganhar no campeonato nacional, isso ficou no subconsciente deles. Quando não é competitivo contra uma equipe, tem alguma dificuldade. O fato de não ser aquela equipe que normalmente é, é a razão de já ser campeão e estar no Mundial", explicou o técnico português.

Além do Mundial de Clubes, outro tema recorrente no clube é a continuidade ou não de Jorge Jesus a frente da equipe em 2020. Apesar de ter contrato até o meio do ano, o treinador constantemente é questionado sobre seu futuro. Mais uma vez, Jorge Jesus falou sobre o assunto na coletiva de imprensa, quando os jornalistas perguntaram se o resultado do Mundial influenciaria em sua decisão.

"Tudo que acontecer no Mundial não vai ter influência nenhuma na minha decisão. Tenho contrato até maio, gosto do Flamengo, sou acarinhado aqui como nunca foi em outra parte do mundo. Mas meu foco é o campeonato do mundo, voltamos dia 22 de férias, dia 23 vou para Portugal passar o Natal com a minha família. E dia 22 (de janeiro) marquei a apresentação para a nova temporada", disse o treinador.

Foto: Alexandre Vidal

Mais lidas da semana