Mídias Sociais

Cultura

UFRJ Macaé presta homenagens virtuais a professores, médicos e servidores públicos

Avatar

Publicado

em

 

Da redação

Médicos e professores da UFRJ Macaé foram homenageados na semana passada, pelo Dia do Professor, no dia 15, e Dia do Médico, dia 18. As homenagens foram virtuais e transmitidas pelo canaldoyoutube: https://youtube.com/c/medicinaufrjmacae, e pelo facebook e instagram @medicinaufrjmacae. As comemorações foram alusivas também ao dia 28 de outubro, Dia do Servidor Público.

Segundo a instituição, essas três categorias profissionais: médicos, professores e servidores públicos são de extrema importância à entidade. “Sem eles, o curso de medicina da UFRJ não poderia existir, considerando a união de esforços e o trabalho em equipe de profissionais da educação, da saúde e da administração que tornam realidade a oferta de educação pública, gratuita e de qualidade na UFRJ e o fortalecimento da rede de serviços do SUS (Sistema Único de Saúde), em especial em Macaé”, informou a instituição por meio de nota.

No primeiro dia, foram homenageados professores e profissionais médicos e não médicos da UFRJ Macaé e médicos preceptores da prefeitura de Macaé que atuam junto ao curso. No segundo dia, foi realizada conferência sobre Saúde do Trabalhador e formação profissional, com a presença de  Cirlene Zimmermmann, procuradora do Ministério Público do Trabalho e. Luciara Leirós Vasconcelos, médica do trabalho e preceptora do curso de Medicina da UFRJ Macaé.

A professora Laila Zelkcovicz Ertler, médica e coordenadora do curso de Medicina da UFRJ Macaé,  abriu o evento destacando que em 2020 a Universidade Federal do Rio de Janeiro comemora 100 anos, e que a história da UFRJ e do curso é construída a partir de muitos profissionais dedicados que em espírito de cordialidade, cooperação e ética, conduzem seu trabalho para o crescimento do curso de Medicina da UFRJ Macaé.

Laila Ertler destacou também que há muitos outros nomes que embora não figurem entre os destaques homenageados, mas que merecem admiração e respeito pela dedicação ao curso e à UFRJ. O professor Cristiano Salles, médico e vice coordenador do curso mencionou a importância do evento como reconhecimento a todos que se empenham pelo bem maior do curso: os estudantes, pois todas as atividades são pensadas visando a formar médicas e médicos de excelência.

A cerimônia de homenagens foi conduzida pelas professoras Dra. Katia Lenzi e Dra. Uliana Pontes, coordenadoras de Comunicação, Divulgação e Eventos do curso. Elas anunciaram os homenageados pela coordenação do curso: Professor Ricardo Balesdent Barreira, ex-professor do curso e médico pediatra; Luciana Cabral Matulevic (médica da UFRJ e pediatra); Diego Gonçalves de Andrade (técnico de assuntos educacionais UFRJ-Macaé, assistente da coordenação da Medicina) e Carlos Alexandre Ribeiro Goulart (professor do curso, atual coordenador do Internato, médico).

 Além do corpo de servidores da UFRJ, que em seus discursos ressaltaram a importância do trabalho em equipe para o sucesso das ações e a importância da UFRJ para o ensino e a saúde, foram homenageados médicos e médicas de Macaé, que se disponibilizam voluntariamente a receber os estudantes, contribuindo para a ampliação dos conhecimentos teóricos e práticos de nossos alunos e alunas. Os médicos convidados homenageados foram: Cláudio Luiz Lourenço de Souza Júnior (Gastroenterologia), Flávio Ribeiro Pereira (Reumatologista), Isabella Matias Ribeiro (Reumatologista), Fernanda Marvila Fagundes Lamarca (Reumatologista), Adelmo Henrique Daumas Gabriel (Hematologista) e Michelle Pessanha Pinto (Infectologista)

Os médicos homenageados agradeceram o reconhecimento de seu trabalho e ressaltaram a relevância da integração da UFRJ no âmbito do ensino e serviço para o crescimento de Macaé no campo da saúde e do conhecimento.

Além dos profissionais destacados pela coordenação do curso, foi realizada uma votação online convocada pela coordenação, na qual o corpo estudantil elegeu docentes e preceptores que consideraram de destaque, considerando a dedicação em conduzir as atividades acadêmicas, de ensino, pesquisa, extensão e preceptoria e a relação com os discentes e demais membros.

Duas alunas do curso anunciaram o resultado da indicação pelos estudantes: Maria Alice Junqueira e Renata Casola, ambas do primeiro período (M1).

O curso de Medicina da UFRJ Macaé é organizado em 3 ciclos: o ciclo básico, que abrange a M1 até a M4, é composto pelas disciplinas de Biologia para Saúde, Propedêutica Médica, Farmacologia Geral e Mecanismos Básicos de Saúde e Doença. O ciclo clínico também se inicia na M1, com as disciplinas de Saúde da Comunidade e abrange até o oitavo período do curso, com disciplinas como Saúde da Criança e Saúde do Adulto. Nos 2 últimos anos da graduação, ocorre o internato, onde os estudantes são acompanhados também por preceptores, médicos do rede SUS em Macaé que auxiliam nas atividades práticas de formação.

A votação entre os estudantes homenageou como destaques entre os professores do ciclo básico, a professora de Parasitologia, Aleksandra Menezes de Oliveira e o professor de Imunologia, João Luiz Mendes Wanderley. Em seus discursos, eles destacaram a importância do trabalho do professor não só em sala de aula, mas também na condução de projetos de pesquisa, que ampliam a formação científica dos estudantes. Os professores do ciclo clínico, homenageados pelos estudantes foram: Edilbert Pellegrini Nahn Junior (Professor de Dermatologia); Laila Zelkcovicz Ertler, médica neurocirurgiã e atual coordenadora do curso; João Felippe Villarinho (Professor de Otorrinolaringologia) e Marta Maciel Dudus (professora e pediatra).

Em seu discurso como homenageada, a professora Laila destacou os desafios de atuar na coordenação em meio a pandemia de COVID-19, o que torna o reconhecimento pelos alunos ainda mais valioso. O professor Edilbert Pellegrini e o professor João Felippe Villarinho ressaltaram a importância dos diversos saberes na formação médica e, assim como a professora Marta Dudus, o quão preciosa é a realização de eventos como este, que, em meio aos obstáculos e sofrimentos trazidos pela pandemia, fortalecem a equipe, trazem alegria e reconhecimento a todas e todos que seguem firmes se empenhando pelo curso.

 Os estudantes também votaram no destaque entre os professores substitutos, que apesar trabalharem por pouco tempo junto ao curso, visto que são contratos temporários, dedicam-se tanto quanto os docentes do corpo efetivo. O homenageado entre os professores substitutos foi o professor Ueslei Solaterrar da Silva, que leciona disciplinas da área de Saúde Mental e falou sobre a importância de gestos como este, de acolhimento e reconhecimento, que renovam a esperança e o compromisso com o ensino.

 Quatro preceptores foram eleitos como destaque pelos estudantes: Dr. Maurício Clímaco Rodrigues Vieira e Dr. Ricardo dos Santos Vasconcelos, da Cirurgia e Dra. Livia Lobo da Silva Costa e Dr. Rossy Moreira Bastos Junior, da Pediatria.

Na segunda noite do evento comemorativo, foi realizada  uma conferência especial proferida pela Dra. Cirlene Zimmermman, procuradora do Ministério Público do Trabalho e a Luciara Leirós Vasconcellos, médica do trabalho e preceptora do curso, mediada por Uliana Pontes vieira, professora de saúde Coletiva da Medicina UFRJ-Macaé. Elas falaram sobre a transversalidade da Saúde do Trabalhador na promoção de direitos e cidadania no contexto da formação profissional.

A coordenadora do curso, Profa. Dra. Laila Ertler, abriu a segunda noite de comemorações anunciando homenagem a Dra. Luciara Leirós Vasconcelos, Médica do Trabalho e preceptora do curso de Medicina da UFRJ Macaé, por sua dedicação em construir a área de saúde do trabalhador ao longo do curso e homenageou também e que busca compartilhar seus conhecimentos em diversos ambientes, fortalecendo a visão ampla da Saúde do Trabalhador.

A Dra. Luciara Leirós iniciou as apresentações fazendo um resgate da história da Saúde do Trabalhador e sua importância na formação médica. Na sequência, Cirlene Zimmermann trouxe os desafios do Ministério Público do Trabalho (MPT) no tocante a defesa dos direitos dos trabalhadores, destacando a necessidade de profissionais médicos sensíveis às necessidades de saúde da pessoa que trabalha e os novos desafios que surgiram nas relações de trabalho, dentro e fora da área da saúde, com a pandemia de COVID-19.

O debate, mediado pela profa. Uliana Pontes, trouxe perguntas das pessoas que assistiam ao vivo pelo YouTube, que questionaram sobre o uso de Equipamentos de Proteção Individual na prevenção ao Corona Vírus, sobre as ações do Ministério Público do Trabalho e Macaé e região e sobre os novos desafios para os profissionais de saúde frente às mudanças trazidas pela pandemia.

Os dois dias de evento estão disponíveis no canal da Medicina no YouTube  https://youtube.com/c/medicinaufrjmacae. A coordenação do curso convida a todas e todos a acompanharem as redes sociais da Medicina @medicinaufrjmacae (instagram e facebook) onde são divulgados eventos comemorativos e acadêmicos, para ampla integração com a sociedade.

 

 

 

 

 

Mais lidas da semana