Mídias Sociais

Cultura

Cantor sertanejo Rander Mansur lança, pelas plataformas virtuais, “Alô Buteco”

Daniela Bairros

Publicado

em

 

Daniela Bairros

E quando tudo isso passar? “Vou pro boteco tirar o atraso, e não adianta me procurar, voltar pra casa não vai ser meu caso!”. É o que diz a música “Alô Buteco”, lançada pelo cantor sertanejo Rander Mansur. O clipe, que foi lançado no último dia 24 de outubro, está nas plataformas virtuais  e no canal oficial do cantor no youtube. O lançamento foi durante uma live. Segundo o cantor, todos que ouviram Alô Buteco disseram que a música grudou na cabeça e não sai. “Fora que tem um ritmo contagiante. Esse foi um dos feedback dos fãs, amigos e familiares sobre a minha nova música”, declarou.

A música “Alô Buteco” retrata a situação atual de uma pessoa em meio à pandemia, em casa, imaginando o que vai fazer quando isso tudo passar. E o que ela pensou? Ir para um boteco, balada, bar, rua... e tirar o atraso por ter ficado tanto tempo de quarentena.

No clipe, a história se inicia com uma pessoa sozinha, no sofá, vendo TV e as notícias da pandemia, até que uma notícia urgente aparece, dizendo que os bares estão liberados. Então, essa pessoa corre para o  bar, junto com outras, e quando ela leva o copo até a boca para beber sua bebida, acorda assustada no sofá. Era um sonho. Ela continua em casa

Musicalmente, a canção começa de forma suave, contando um pouco da solidão e o incômodo por não poder sair de casa. Na sequência, a música vai ganhando força, sensação de esperança, quando começa-se a imaginar o que fazer quando isso tudo passar. No refrão, quando se relata a felicidade por estar num bar ou na balada, a animação toma conta com o ritmo contagiante do sertanejo. E o desfecho é ficar na rua até curar ressaca e voltar para a casa só ano que vem.

Alô Buteco é uma composição autoral do próprio Rander Mansur, que também criou a melodia e a pré-produção musical. Segundo ele, compôs muitas canções no passado, mas por circunstâncias da vida e trabalho, deixou um pouco de lado as composições. No entanto, relata que voltou a compor nessa quarentena e em breve virão outros sucessos.

“Eu estou muito feliz com esse novo projeto. Meus parceiros, meus músicos, meus amigos e familiares foram fundamentais para que isso se tornasse realidade. É minha grande aposta. Alô Buteco vai abrir muitas portas para mim, se Deus quiser”, enfatizou o cantor com tom de orgulho e felicidade.

A nova música está disponível também nas principais plataformas digitais, como Spotify, Deezer, iTunes e AppleMusic, e em rádios, como a Rádio 95 FM, em Macaé e região, e a Rádio 94 FM, em Cordeiro e região.

Fenômeno sertanejo

Rander Mansur é um cantor que esbanja carisma e talento. Com seu jeito simples e cativante, leva muitas emoções em seus shows, onde o público experimenta diferentes sensações, como agito, alto astral, energia, sofrência, romance, desapego e nostalgia.

“Gosto quando as pessoas se sentem à vontade em meus shows, assim como me sinto no palco para elas. Gosto quando liberam as emoções, o que estão sentindo ali naquele momento. Gosto de tocar nos sentimentos, e faze-las se sentirem melhor e mais felizes”.

Sempre com repertório atualizado, seu shows dançantes têm energia lá em cima, oscilando com momentos de sertanejo raiz, famoso “modão”, a sofrência dos arrochas e climas românticos, abrangendo diferentes tipos de público. Também abusa da sua versatilidade incluindo músicas que marcaram época no pop-rock, axé e, sua imitação ímpar com Mamonas Assassinas.

Em seu currículo estão grandes eventos como Reveillon de Arraial do Cabo em 2016/2017 e Exposição Agropecuária de Cordeiro, uma das maiores do Estado do Rio de Janeiro, onde já abriu e fechou shows de grandes artistas, como Cidade Negra, Diogo Nogueira, Só pra Contrariar, Kelly Key, Biquini Cavadão, Jota Quest, entre outros. Também marca presença em grandes eventos de cervejas artesanais, como Macaé Beer Fest, maior de Macaé, e Galo Beer Fest, referência em Cantagalo, no Rio de Janeiro.

Além de grandes eventos, Rander Mansur é sempre solicitado a levar seu show a casamentos, formaturas e eventos corporativos, e em sua agenda sempre estão os melhores bares e casas de shows da Região dos Lagos e Serrana do Rio.

Atualmente, está planejando voltar aos palcos aos poucos, com todas as medidas de prevenção de Covid-19, pois prioriza a segurança e a saúde, sua e de sua família. Os ensaios já estão acontecendo, cheio de novidades em seu repertório, que promete agitar seus próximos shows, para ninguém ficar parado.

A carreira de Rander Mansur vinha de uma estabilidade local e regional, e estava em ascensão antes da pandemia. Agenda cheia, projetos novos, grandes planos a serem executados, gravações, DVD.Estava alçando voos mais altos.

No período da quarentena se adaptou às lives, onde realizou algumas por sua própria conta, em sua residência. Foi convidado a participar de lives grandes como a da Prefeitura de Cordeiro. Uma delas foi em comemoração à uma das maiores exposições do Rio de Janeiro, a Expo Cordeiro, que desta vez teve que ser on-line.

Mas o seu grande feito na quarenta foram as composições. Rander Mansur voltou a escrever e numa tacada de mestre, escreveu seu mais novo sucesso lançado, a música Alô Buteco. A música foi escrita em maio, produzida em junho e gravada em julho deste ano. O clipe foi filmado em agosto, produzido durante setembro e outubro, e lançado em outubro.

“Alô Buteco foi uma música que me deixou muito feliz, pois Deus me deu uma inspiração de escrever e produzir uma música que tem o meu estilo, com uma letra objetiva e uma melodia que gruda na cabeça das pessoas. É a minha aposta. Se Deus quiser será uma porta de entrada para um novo patamar na minha carreira”, disse Rander com esperança no seu novo sucesso.

Agora, Rander Mansur quer pôr em prática alguns projetos que já estavam sendo planejados. Focar na nova música de trabalho “Alo Buteco”, dar andamento nas novas composições, lançar um novo projeto de sertanejo clássicos, são alguns de seus objetivos agora. E, claro, voltar aos palcos, porém de forma gradativa. Para ele, segurança em primeiro lugar, para ele e sua família, por isso a precaução no retorno.

Sobre o cantor

Nascido em Cantagalo, passou a infância e adolescência em Cordeiro, cidades do interior do Rio de Janeiro. Em 2007 foi morar em Campos dos Goytacazes, para cursar faculdade em Engenharia de Produção. Em 2011 foi morar em Macaé a trabalho.

Rander é uma pessoa muito simples, que não tem tempo ruim, e dança conforme a música. Para ele, não importa o lugar, e sim, as pessoas. “Nada adianta estar num lugar lindo, apenas para tirar uma foto, postar e ganhar uns likes. Não vai passar disso. Gosto das pessoas, de rir, de ter história, de fazer história.” – diz o cantor.

Um dia perfeito para ele seria um dia ensolarado, fazer um churrasco com os amigos e familiares, e claro, tocar um violão. Adora praia, viajar, bares, culinária aperfeiçoadas, mas não abre mão da simplicidade e essência da roça. Pés descalços, natureza, comida feita em fogão a lenha. Canjiquinha, costela de boi, frango na panela, ovo frito... não desperdiça um arroz com feijão bem feito.

“Eu sou exatamente aquilo que as pessoas veem quando me conhecem. Simplicidade, amizade, empatia, bom-humor. São características minhas mais notáveis”.

Brincalhão e bem-humorado, está sempre arrumando um jeitinho de fazer as pessoas sorrirem e gargalharem. Adora fazer imitações, tanto de famosos quanto de pessoas próximas. É a alegria da família e dos amigos.

Seus pais então sempre presentes na sua vida, de forma direta, apoiando e aconselhando cada passo. Seus amigos, familiares e namorada também apostam todas as fichas no seu talento, acreditam que ele possa chegar onde sempre sonhou.

“Eu sou muito grato pelas pessoas que eu tenho ao meu redor. Deus sempre coloca as pessoas certas no meu caminho. Meus pais, meus amigos, minha família, minha namorada... todos eles são fundamentais pra minha carreira e pra minha vida pessoal.”

Se não fosse músico, seria jogador de futebol, seu sonho quando criança. Segundo seus amigos e pessoas que o acompanhavam, tinha tudo para ser um craque. Mas a música o dividiu e falou mais alto.

“Eu era um excelente jogador de futebol, modesta parte (risos). A música e o futebol sempre foram meu hobbies principais, estava juntos de mim sempre. Mas chegou num ponto que isso foi se dividindo, e carreira de futebol começa muito cedo. Então a música falo mais alto”, concluiu.

Redes sociais de Rander Mansur

Instagram: www.instagram.com/randermansur.oficial (@randermansur.oficial)

Youtube: www.youtube.com/randermansur

Facebook: www.facebook.com/randermansur

Whatsapp/Tel: (22) 99783-1023

 

Crédito: Divulgação

Mais lidas da semana