Mídias Sociais

Cidades

Prefeito de Cabo Frio diz que vai priorizar pagamento de professores que não fizeram greve

Avatar

Publicado

em

 

O prefeito de Cabo Frio, Alair Correa (PP) anunciou em seu blog e nas redes sociais que vai priorizar o pagamento dos servidores que não aderiram à greve. A decisão foi tomada após o SEPE Lagos, sindicato que representa os profissionais da Educação, iniciar uma greve geral na última segunda-feira (13). A greve teve início depois de sucessivas paralisações. Os professores reivindicam salários atrasados, 2 parcelas do 13º salário, vale transporte e aposentadorias.

Alair deixou bem claro que os servidores que aderiram à greve serão pagos por último. E não é a primeira vez que ele se utiliza das redes sociais para fazer um comunicado. Tal ato tem sido constante durante todo o seu turbulento mandato. O prefeito justificou o atraso nos pagamentos dos servidores com a aprovação do Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações (PCCR), em 2013.

Confira um trecho da postagem:

“Comunicamos aos funcionários que permaneceram no trabalho que começaremos o pagamento por vocês. Em tempo: ressaltamos que não pagamos os salários em dia, porque nossa arrecadação não permite que o façamos. Nossa folha de servidores é de R$ 37 milhões e a arrecadação mensal é de R$ 34 milhões. Antes do PCCR a folha de pagamento dos servidores era de R$ 25 milhões e a arrecadação de R$ 55 milhões. Tínhamos R$ 30 milhões além das despesas com funcionários. Hoje, para pagarmos os servidores, temos R$ 3 milhões a menos”.

Alair alega que os profissionais da Educação sabem que o maior volume de recursos do FUNDEB cai na conta da prefeitura toda terceira semana de cada mês, e que eles estão fazendo “arruaça”. O prefeito disse ainda que a greve organizada pelo SEPE é “política”.

A diretora de comunicação do SEPE, Denise Teixeira, rebateu as críticas de Alair: “É uma aberração quando ele diz que vai pagar primeiro quem não aderiu à greve. Isso se caracteriza perseguição por greve e perseguição política” – disse ela.

Mais lidas da semana