Mídias Sociais

Cidades

Desconto de 10% no IPTU 2019 de Cabo Frio encerra nesta quinta-feira, 31

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

Encerra nesta quinta-feira, 31, a campanha de desconto da Prefeitura de Cabo Frio, para o pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de 2019 com 10% de desconto.

Entre o dia 01 e 08 de fevereiro, o contribuinte ainda poderá pagar o imposto, em cota única, com desconto de 7%; Ou de 5% para o pagamento até o dia 20 de fevereiro. Aqueles que preferirem parcelar o pagamento, podem fazer em até 11 vezes, com as parcelas vencendo sempre no dia 20 de cada mês.

De acordo com a Prefeitura, o boleto pode ser impresso no site da Secretaria de Fazenda. Basta acessar www.fazenda.cabofrio.rj.gov.br, clicar em IPTU na aba de serviços e depois em “clique aqui” no banner que aparece na parte superior do site. Na janela que será aberta, é só escolher a opção “Segunda Via IPTU” e optar pela forma de pagamento: cota única ou parcela a pagar.

O contribuinte também tem a opção de imprimir as guias do IPTU para pagamento com desconto na sede da Secretaria de Fazenda, que conta com uma estrutura de autoatendimento com três terminais, no primeiro pavimento, com orientadores que dão assistência nos atendimentos dos guichês e no site.

A Secretaria de Fazenda fica na Rua Major Belegard, 395, no Centro de Cabo Frio, e no Segundo Distrito fica no Shopping UnaPark, em Unamar. O atendimento é de segunda a sexta, das 8h30 às 17h.

 

Recadastramento imobiliário em Cabo Frio também encerra neta quinta - O processo de recadastramento imobiliário também será encerrado neste último dia do mês de janeiro, os contribuintes que possuem imóveis em Cabo Frio e não tiveram os dados cadastrais do imóvel atualizados no carnê do IPTU 2019 podem utilizar o serviço on-line no site da Secretaria Municipal de Fazenda para atualização do mesmo.

Essa atualização pode ser feita também pelo e-mail recadastramentocabofrio@gmail.com, ou de forma presencial na sede da Secretaria de Fazenda e informar endereço, número do CPF ou CNPJ, por exemplo. Quem deixar de fazer pagará multa de R$150,00, conforme previsto em lei.

O superintendente da Secretaria de Fazenda, Clésio Guimarães, ressalta a importância da atualização cadastral, já que, segundo ele, o recadastramento é uma forma de revisão que poderá, inclusive, eventualmente ocasionar na redução do IPTU.

“Nosso cadastro é bastante antigo e alguns imóveis há anos não são revisados. Neste recadastramento será feita a atualização de endereço, revisão de áreas, entre outros procedimentos, sempre visando um maior benefício para o proprietário, inclusive quanto à atualização do nome constante no carnê do IPTU”, informou Clésio.

Vale lembrar que a atualização cadastral é uma exigência prevista em lei e o contribuinte está sujeito a eventuais penalidades caso seja apurada alguma irregularidade. É importante também que as construtoras, administradoras e corretores de imóveis participem do recadastramento, pois estas detêm informações dos novos adquirentes.

Mais lidas do mês