Mídias Sociais

Cidades

Ciclovias de Rio das Ostras amanhecem conectadas por nova sinalização

Avatar

Publicado

em

 

Algumas ruas de Rio das Ostras amanheceram com novas sinalizações pintadas neste fim de semana, fruto dos trabalhos de equipes da Secretaria de Transportes Públicos, Acessibilidade e Mobilidade Urbana, que começaram a sinalizar as vias da cidade, conectando as ciclovias.

O trabalho já foi realizado em alguns bairros da cidade, e de acordo com a pasta, o objetivo é oferecer mais segurança aos ciclistas nos pontos mais críticos, que são as travessias urbanas.

“O trabalho de sinalização está sendo feito com recursos provenientes das multas de trânsito”, revelou a prefeitura.

O serviço é parte do projeto de Conexões Cicloviárias da Cidade, que está previsto no Plano de Mobilidade Urbana de Rio das Ostras, e ainda atende à Lei Federal 12.587, de 2012, que prioriza ações imediatas para o transporte não motorizado.
De acordo com a prefeitura, Rio das Ostras conta atualmente com 21 quilômetros de ciclovias, nas mais diversas localidades, e a previsão é estender essa malha a 50 quilômetros, conforme prevê o Plano Municipal.

“Nossa intenção é ampliar o sistema cicloviário, oferecendo diferentes tipos de ciclovias por todo o município, marcação de cruzamentos, sinalização específica, ciclofaixas de mão dupla e mão única, e zonas de velocidade controlada. Esses são alguns exemplos do que já estamos implantando”, explicou Eduardo Almeida, técnico da Secretaria de Transportes Públicos, Acessibilidade e Mobilidade Urbana.
A prefeitura explicou ainda que o projeto está dentro da mesma Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) do sistema de redes de transportes coletivos, e que foi aprovado pelos arquitetos e engenheiros da secretaria.
“A previsão é de que os trabalhos sejam concluídos dentro de 30 dias. E o próximo passo é sinalizar as conexões das ciclovias no centro da cidade”, esclareceu a prefeitura, que acrescentou que a equipe também deu inicio à instalação de guarda corpo nas paradas de ônibus instaladas ao longo da Rodovia Amaral Peixoto, na área do Centro, onde é maior o fluxo de pessoas.

Tunan Teixeira

Mais lidas da semana