Mídias Sociais

Caderno D

2º Freedom Cine Fest Búzios

Avatar

Publicado

em

 

Eventos criados com a intenção de promover uma causa, fazer com que as pessoas reflitam sobre um tema, sobre uma realidade, é sempre valoroso e fundamental para o desenvolvimento da nossa sociedade. Em Búzios, um jovem estudante de Turismo, que nasceu no balneário, fundou o maior movimento LGBT da cidade, que atualmente é uma referência em todo o estado. O Coletivo Freedom existe desde meados de 2013, onde diversas atividades especiais, voltadas para este público são realizadas. Este ano, por exemplo, aconteceu o 3º Viradão Cultural, onde artistas de toda a Região dos Lagos se encontraram e apresentações de cantores, companhias de dança, transformistas e exibição de vídeos falando sobre a diversidade cultural, aconteceram. “Eu fundei o Freedom quando eu tinha 18 anos e senti uma necessidade grande de criar um grupo no município que defendesse os direitos da população LGBT. Hoje o Coletivo tem três anos e já realizou vários projetos sociais de combate à LGBTfobia e eventos culturais. Além do Viradão Cultural, já aconteceram três edições da Parada da Diversidade LGBT com um público estimado em cinco mil pessoas.” Conta o fundador, Hector Fly.

Ano passado, mais uma vertente do Coletivo nasceu. O Freedom Cine Fest Búzios, é um festival de cinema voltado totalmente para a exibição de filmes e curtas voltados para a temática LGBT e foi um grande sucesso. “Na primeira edição tivemos a estreia do curta “Não Custa Tentar” de Lucas Piero Marques, que foi gravado todo em Búzios. Além deste, exibimos filmes que concorreram em vários festivais pelo mundo. Esse ano não haverá estreia regional, infelizmente, mas vamos exibir várias estreias 2015/2016.” Revela.

Serão em torno de 10 curtas apresentados no Cine Teatro INEFI, com a participação de um Coral na abertura, além da apresentação de uma Companhia de Dança e um Live Show de cantores. “ O INEFI foi um presentão que a Rasa recebeu. É bonito, confortável e charmoso. O evento vai ficar ainda mais bonito quando combinado com o Cine Teatro”, comenta o também estudante de Turismo.

Em tempos marcados pela diversidade, pela conquista da liberdade e pela busca de um entendimento maior, as pessoas que lutam por mais direitos, merecem todo o reconhecimento e respeito. Nunca se falou tanto em identidade de gênero como atualmente e esta é uma questão que deve ser olhada com muito critério, pois devemos prezar pelo bem estar coletivo. Todos fazemos parte de um mesmo contexto, e estes movimentos oficiais de luta, devem ser reconhecidos. “ Em primeiro lugar, a militância mudou muito a minha vida pessoal. A pessoa que eu era há três anos é totalmente diferente da que sou hoje. Nossa luta tem uma visibilidade enorme no município e região, nossos debates tem deixado a mente das pessoas mais abertas e muitas vezes recebo mensagens de pessoas elogiando nossas atividades. Um grande avanço, foi mês passado, com a criação da Comissão do Direito Homoafetivo da OAB Búzios. Isso vai deixar nossa atuação bem mais fortalecida.” Finaliza.

O 2º Freedom Cine Fest Búzios vai acontecer no Instituto de Educação e Formação Integral Judite Gonçalves (INEFI), que fica localizado no bairro da Rasa, na Rua Joaquina Justiliana de Souza e o evento será no dia 25 de setembro, as 14h, com entrada franca.

O INEFI 

Em maio deste ano, o bairro da Rasa ficou mais bonito com a inauguração da Praça do INEFI, que é aberto para toda a comunidade buziana, onde quiosques, vestiários, banheiros públicos, um anfiteatro, arquibancada, pista de skate, quadra de areia para voleibol, quadra de futebol com grama sintética, duas quadras poliesportivas, uma quadra de tênis, calçadas amplas e um estacionamento, foram projetados e entregues à população, oferecendo um espaço importante para o entretenimento com qualidade, onde os esportes e eventos culturais, acontecem com grande conforto. “ É uma praça da liberdade, antes era uma área restrita, e era usada para uso político e uso de poucas pessoas. Apenas a Escola que era usada pela comunidade, as quadras não. Hoje nós temos Cine teatro, Ensino Médio, arena de futevôlei, palco, anfiteatro... o mais importante de tudo, é o livre uso da população”, comenta o morador Diego Neves.

Mariana Abrantes

Mais lidas da semana