Mídias Sociais

Sem categoria

Servidores ateiam fogo em lixo e fecham Avenida Teixeira e Souza, em Cabo Frio

Avatar

Publicado

em

 

Os servidores da saúde e da educação mais uma vez foram as ruas protestas por conta dos salários atrasados. Nesta terça-feira, 18, o grupo de manifestantes espalhou lixo e entulho e atearam fogo, fechando o trânsito da Avenida Teixeira e Souza, em Cabo Frio.

O local da manifestação foi em frente ao prédio Plaza Center, onde fica o escritório particular do prefeito Alair Corrêa (PP). Por conta da manifestação, o trânsito sentido Centro ficou totalmente interditado.

Mais uma vez, a ideia dos servidores é pressionar o governo a pagar os atrasados, o que parece que não vai funcionar, já que o Prefeito utilizou as redes sociais para afirmar que não fica sensibilizado com a atitude dos servidores.

“Se os diretores dos sindicatos SEPE e SINDICAF soubessem qual é o meu sentimento e do povo em relação aos protestos que fazem como o de hoje, certamente não perderiam mais tempo fazendo. Protestos que no início tinham a simpatia do povo e o meu respeito, tem agora rejeição e até repulsa popular. Também tem minha total indiferença, podem espernear a vontade que não me sensibilizarão muito menos ao povo que não aguenta mais essas palhaçada!”, publicou em sua rede social.

Mais cedo, também através da internet, o Prefeito Alair Corrêa chamou os servidores de baderneiros, e os acusou de estarem a oito meses recebendo sem trabalhar, alegando a Greve.

Diferente do que os servidores afirmam, que estão a mais de dois meses sem salário, Alair insiste em dizer que, o único salário atrasado venceu no dia sete de outubro e estaria apenas dez dias atrasados.

Para completar a polêmica, o prefeito afirmou que os servidores estariam cometendo crime ambiental ao atear fogo no lixo, o que fez com que os defensores da greve o acusassem do mesmo crime ao permitir a deficiência na coleta de lixo por toda a cidade.

 

Mais lidas da semana