Mídias Sociais

Cidades

Presidente da Câmara de Macaé nega supersalário e explica recurso pelas incorporações

Avatar

Publicado

em

 

Em meio à polêmica sobre as incorporações de salários dos servidores públicos municipais, suspensas pela Justiça no fim de maio deste ano, o Presidente da Câmara Municipal de Macaé, Dr. Eduardo Cardoso (PPS), explicou que o recurso do Legislativo não tem nada a ver com questões pessoais.

“Essa não foi uma decisão da Presidência da Câmara, até porque eu não ganho esse dinheiro todo que está sendo divulgado por aí. Meu salário é bem menos”, disse Dr. Eduardo.

O vereador revelou que as medidas tomadas fazem parte das obrigações do Legislativo, uma vez que a Câmara aprovou as duas leis, em 2011 e 2012, durante o governo do ex-prefeito, Riverton Mussi, que previam o pagamento dos benefícios.

“Na verdade, a Câmara está apenas cumprindo seu papel, uma vez que ela aprovou essas leis. Então cabe à ela defender a constitucionalidade dessas leis, e é isso que ela está fazendo. Não se trata de uma decisão do presidente”, esclareceu.

Sobre o suposto supersalário, que, segundo alguns sites, seria de mais de 40 mil reais, Dr. Eduardo, que é médico socorrista concursado da prefeitura, negou os altos valores e declarou que vai tomar as medidas cabíveis contra os responsáveis pela divulgação equivocada.

De fato, conforme o Portal da Transparência, o salário de Dr. Eduardo, em maio deste ano, não passou de R$ 5.979,69. E, mesmo antes do pagamento das incorporações serem suspensas pela prefeitura, através do Decreto 175/2015, os rendimentos do vereador não passaram de R$ 10.605,00, recebidos em janeiro e fevereiro daquele ano.

A polêmica envolvendo o valor se deu quando os vencimentos de junho de 2015 foram divulgados no portal da prefeitura, quando Dr. Eduardo recebeu R$ 33.173,09 (R$ 43.044,67 brutos), justificados em sessão plenária da Câmara, na época, como provenientes de férias acumuladas, que estavam atrasadas, pois ele não as teria tirado quando foi Secretário de Saúde.

Tunan Teixeira

Mais lidas da semana