Mídias Sociais

Radar Diário

Clima quente em sessão quase transforma Câmara de Macaé em arena

Publicado

em

O clima esquentou em sessão desta terça-feira, 10, na Câmara Municipal de Macaé, quando os vereadores aprovaram por 8 a 7 a convocação da Secretária de Esportes, Andreia Freitas, para prestar esclarecimentos sobre polêmicas em sua pasta.

E já que um dos assunto era o Moacyrzão, os parlamentares quase passaram da discussão do estádio para arena, como quando o ex-líder do governo, Dr. Márcio Bittencourt (PMDB, vai ou fica?) soltou o verbo ao anunciar que votaria a favor da convocação, contrariando o atual líder governista, Julinho do Aeroporto (PMDB).

"Eu voto a favor da convocação. Não aceito intimidação. Se quiser me tirar da bancada, que tire. Não ganhei eleição para ser marionete de ninguém", disparou o médico.

Visivelmente irritado por ter perdido a primeira votação de convocação de secretário como líder de bancada, Julinho não deixou barato e cobrou explicações a respeito de 2 borderôs do Moacyrzão, em que constam pagamentos para fins variados feitos pela Federação de Futebol do Estado do Rio (Ferj), no valor de mais de 50 mil reais, e que o Prefeito Dr. Aluízio (PMDB) já se manifestou publicamente dizendo que nunca os valores pagos pela Ferj foram para os cofres municipais, até porque o "aluguel" do estádio, que por sinal é público, são tem custo.

"Então que ela venha, mas que se questione o Macaé Esporte também para descobrir para onde foi esse dinheiro. Posto médico no valor de 11 mil reais. Ambulância no valor de 11 mil reais. E não é da gestão da Andreia não. Tem borderô aqui da gestão do Aquiles (Vieira, ex-secretário) também. Vamos aproveitar para descobrir quem cobrou esse dinheiro porque é crime", soltou Julinho, dizendo que não pressionou o colega de partido e de bancada, e frisando que o voto do vereador é livre.

"A mim não tem que dar explicação nenhuma. Tem que dar explicação é ao governo", concluiu.

Mais lidas do mês