Mídias Sociais

Política

Vereadores de Macaé pedem que prefeitura transforme a Câmara em posto de vacinação contra febre amarela

Avatar

Publicado

em

 

Presidente da Câmara, Dr. Eduardo Cardoso, voltou a criticar Secretário Adjunto de Atenção Básica

Tunan Teixeira

Com mais de 127 mil vacinadas até a manhã desta terça-feira, 21, a cidade de Macaé já atingiu a meta estipulada pelo Ministério da Saúde de imunizar mais de 70% da população apta a tomar a dose contra a febre amarela.

Mas preocupados com as longas filas nos postos de vacinação, os médicos, Dr. Eduardo Cardoso (PPS) e Dr. Márcio Bittencourt (PMDB), acordaram um requerimento durante a sessão ordinária desta terça pedindo que a prefeitura transforme a Câmara em posto de vacinação, que atenderia servidores e população de localidades vizinhas.

O pedido foi feito pelo Presidente da Câmara, Dr. Eduardo, após requerimento do colega de plenária, que pedia 400 doses da vacina para imunizar a todos os servidores e assessores do Legislativo municipal, com a justificativa de aliviar as filas nos postos estabelecidos pela Secretaria de Saúde.

“Eu entendo a preocupação do vereador, mas gostaria de pedir, se o vereador não se importar, para que a gente estendesse esse requerimento para toda população, transformando a Câmara em mais um posto de vacinação para toda cidade”, pediu Dr. Eduardo.

O ex-secretário de saúde aproveitou ainda para retomar as críticas ao atual Secretário Adjunto de Atenção Básica, Dr. Márcio Barcelos, que foi diretor do Hospital da Serra, em Trapiche, e também concorreu a vereador pelo PMDB nas últimas eleições municipais.

“Eu sei que o Dr. Márcio (Barcelos) não entende nada disso. É ótimo cirurgião, mas de saúde pública não entende nada. Nem de atender à população, já que não ia trabalhar, não atendia ninguém, então não sabe o que é”, disparou Dr. Eduardo.

Fugindo da polêmica, o xará do secretário adjunto, vereador Dr. Márcio Bittencourt, autor do requerimento, elogiou o empenho e a dedicação dos servidores da saúde, que foram responsáveis pela vacinação de mais de 127 mil pessoas em pouco mais de 100 horas de campanha.

O ex-diretor do Complexo do Hospital Público Municipal (HPM) requereu ainda que a prefeitura faça um acompanhamento da imunização contra a febre a amarela nas escolas da rede pública municipal, e relatou que já um caso com suspeita da doença na cidade.

“Eu estou tratando um paciente na Unimed que tem 99% de chances de estar com febre amarela. Ele veio de Casimiro de Abreu para Unimed de Macaé e eu estou tratando dele lá. Ontem (segunda) foram confirmados mais 3 caso da doença em Casimiro, e os pacientes já foram encaminhados para o Rio. Por isso, é fundamental que a prefeitura faça um acompanhamento nas escolas, passe com uma equipe pelas escolas, para verificar se todas as crianças foram vacinadas e fazer um pente fino”, destacou Dr. Márcio Bittencourt.

 

Foto: Igor Faria

Mais lidas da semana