Mídias Sociais

Política

Vereador radialista promete requerimento pedindo realização da Feirinha da Roça em importante praça do Centro de Macaé

Avatar

Publicado

em

 

Vereador Robson Oliveira (PSDB) também se reuniu com o superintendente da Infraero em Macaé, João Romano, e recebeu apoio em projeto que visa garantir 70% de mão de obra local nas obras de ampliação da nova pista do Aeroporto de Macaé

O vereador e radialista Robson Oliveira (PSDB) anunciou nesta terça-feira, 29, em sessão da Câmara Municipal de Macaé, que pretende formalizar um requerimento ao Prefeito Dr. Aluízio (PMDB), pedindo a realização da Feirinha da Roça em novo local neste mês de junho.

De acordo com o parlamentar, que declarou seu apoio à paralisação dos caminhoneiros durante o Grande Expediente da sessão desta terça, a medida, dialogada com representantes da feira, poderia ajudar a população da cidade a suportar os efeitos do desabastecimento que afetou de gêneros alimentícios a postos de combustíveis em todo o país.

“Existe o desabastecimento sim, e não é só nos postos de combustíveis. É nos hortifrutis, nas feiras, nos supermercados, que ficaram vazios. Por isso é que a gente está protocolando um requerimento nesta Casa pedindo que nesse mês de junho, o chefe do Executivo permita que a Feirinha da Roça da nossa região serrana, que sempre acontece ali no Extra, que nesse mês de junho, excepcionalmente, a feirinha pudesse acontecer na Praça Veríssimo de Melo. Assim, a gente acredita ajudar a cidade que hoje está desabastecida e permitir que a população possa comprar seu alimento fresco, ajudando também os pequenos agricultores do nosso município”, comento Robson.

Com mais de 30 anos de história, a Feirinha da Roça é um tradicional espaço de exposição e comércio para que pequenos produtores da cidade possam escoar sua produção, além de fornecer produtos frescos e de boa qualidade à população macaense.

Emprego – Ainda durante o Grande Expediente, o vereador radialista deu uma importância notícia para a população desempregada de Macaé, ao avisar que a proposta de reservar 70% de contratações para mão de obra local, em projeto de reforma de pista do Aeroporto de Macaé, foi bem recebida pela Infraero.

Na tarde da última segunda-feira, 28, Robson esteve com o superintendente da Infraero, João Pedro Aparecido Romano, para assinatura de uma carta-compromisso que garantiria a porcentagem de mão de obra local durante o empreendimento.

“Ontem estivemos em reunião com o Romano, superintendente da Infraero em Macaé, cumprindo aquela nossa indicação para que 70% da mão de obra contratada pela empresa Conserva, que ganhou a licitação para as obras de ampliação da pista do aeroporto, seja composta de trabalhadores macaenses. Ele se comprometeu com a nossa proposta e já entrou em contato com a empresa. Ficamos muito felizes em saber que a Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro) já se tinha se pronunciado a esse respeito. Que bom que estejamos unidos nessa causa nobre que é o emprego. O desemprego gera violência e nós não queremos isso. Queremos empregos para a nossa população e estamos sempre ouvindo as questões da população. Eu voto sim por Macaé. Já disse isso aqui antes, mas vou repetir. Enquanto eu estiver aqui, independente de situação ou oposição, meu voto será sempre por Macaé. Macaé está acima de tudo”, revelou o vereador.

Segundo assessoria do parlamentar informou na tarde desta quarta, a empresa Conserva de Estradas Ltda, vencedora da licitação, será responsável pela contratação de mão de obra local e outros serviços, bem como a aquisição de material e equipamentos da cidade, e com a carta-compromisso, tanto a Infraero quanto a empresa se comprometeriam a priorizar trabalhadores de Macaé na contratação de profissionais que irão atuar especialmente na área de construção civil.
“A Infraero e a empresa Conserva darão um grande exemplo, ao priorizar a nossa mão de obra, em um momento onde o mercado de trabalho representa o maior efeito da crise ainda encarada pelo país. Com isso, mais chefes de famílias poderão ter acesso a um trabalho formal, garantindo assim o reforço no orçamento familiar”, acredita Robson.
Ainda de acordo com a assessoria do vereador radialista, as obras vão começar no dia 1º de junho e a previsão de término é de 390 dias, com previsão de resistência do asfalto e aumento na espessura da pista.

As obras possibilitariam assim o pouso e decolagem de aeronaves de grande porte, permitindo que empresas aéreas possam retomar a operação de voos comerciais de passageiros, com 2 voos diários no trajeto Macaé-Rio de Janeiro, pelo Aeroporto Santos Dumont, resolvendo assim um dos principais gargalos apontados pela Firjan como entraves para o desenvolvimento da cidade e o fomento de novas oportunidades de trabalho.

A assessoria do peessedebista revelou também que, segundo informações da empresa Conserva, cerca de 30 vagas já estarão disponíveis a partir da próxima segunda-feira, 4 de junho, entre elas a função de operador de equipamentos.

“Os interessados podem entregar currículo no antigo hangar da BHS Infraero, para falar com Carlos Miguel. A triagem, seleção e entrevistas vão acontecer de acordo com o andamento das obras”, complementa a nota enviada pela comunicação do vereador.

Mais lidas da semana