Mídias Sociais

Destaque

Vereador de Cabo Frio sofre ameaças após denúncias esquema de irregularidades na Saúde no distrito de Tamoios

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Jefferson Vidal afirma ter recebido áudios de whatsApp, logo após falar na tribuna durante sessão desta terça (11).

Uma denúncia de irregularidades no serviço público feita por um vereador de Cabo Frio, na Região dos Lagos, virou caso de polícia. Após delatar um suposto esquema "fura-fila" na marcação de consulta no Posto de Atendimento Médico (PAM) do distrito de Tamoios, durante a sessão da Câmara Municipal desta terça-feira (11), o parlamentar Jefferson Vidal, relatou estar sofrendo ameaças em represália à delação.

Durante uma entrevista concedida ao portal RC24H, o vereador relatou que recebeu algumas denúncias de funcionários da própria unidade de saúde na semana passada, não só do suposto esquema, mas também reclamações de assédio moral e humilhação.

Jefferson Vidal afirmou ter ido atrás das pessoas que seriam competentes para dar solução ao problema, mas sem sucesso. "Eles criaram uma prática de tirar a vaga do paciente que chega na noite anterior para marcar consulta e quando chega lá é informado que não há mais vagas porque as consultas estão todas marcadas", disse o vereador.

"Alguns funcionários me procuraram e narraram os fatos. Eu, então, busquei o antigo secretário Macabu (Saúde) para falar sobre isso e não consegui. Tentei falar com o atual secretário da pasta, mas houve um desencontro. Também procurei a subprefeita Tamires (Carneiro), que estava ciente de tudo isso e não tomou nenhuma providência. Por conta disso, fui para a tribuna (nesta terça) e denunciei. Após ter falado na tribuna, percebi que chegaram algumas mensagens de whatsApp, mas não as abri naquele momento. Quando abri uma delas, que era um áudio com ameaças à minha pessoa, feitas por uma das administradoras, a Sueli (Pereira)", contou.

O vereador já registrou a ocorrência na 126ª Delegacia Policial de Cabo Frio (126ª DP) e iria em seguida denunciar as ameaças junto ao Ministério Público Estadual.

Através de nota, a Subprefeitura de Tamoios informou que vai apurar as denúncias de atividade irregular no PAM de Santo Antônio. O órgão esclareceu que a Administração Municipal não compactua com qualquer atitude amoral e que será aberta uma investigação interna para apuração dos fatos. Caso seja constatada alguma infração, o órgão informou que serão adotadas todas as medidas cabíveis.

*Com informações do RC/24H


 

Mais lidas do mês