Mídias Sociais

Política

Terminal Central de Macaé fecha as portas neste sábado, 20, para se preparar para início da reforma na segunda, 22

Publicado

em

 

Ponto central para a convergência de várias linhas do transporte público do município, Terminal Central dará lugar, por 1 ano, a 4 pontos de integração instalados no centro da cidade

Finalmente vai começar a tão esperada reforma do Terminal Central, em Macaé, que fecha as portas neste sábado, 20, para preparar o início das obras nesta segunda-feira, 22, que incluem a substituição do forro, reparo do telhado, banheiros e baias, além de novas instalações elétrica e hidráulica.

Para atender a população durante as obras, a Prefeitura de Macaé, através da Secretaria de Mobilidade Urbana e da empresa Serviço Integrado de Transportes (SIT), concessionária do transporte público municipal, promovem a implantação de um pacote de medida visando manter a integração do transporte coletivo na cidade.

“O conceito de integração, existente no município desde 2005, não será alterado. Para a nova operação de distribuição de linhas na cidade, foram planejados 4 pontos de integração de passageiros, sem a necessidade do pagamento de outra tarifa e, ainda, 3 pontos finais e 13 linhas circulares”, reforçou o governo municipal, nesta sexta-feira, 19.

Segundo a prefeitura, as mudanças do transporte municipal começam a funcionar já nas primeiras horas deste sábado, quando profissionais da Mobilidade Urbana e da SIT estarão nas ruas para orientar os passageiros.

“Durante a reforma, que terá duração de cerca de 1 ano, 3 pontos de integração das linhas de ônibus irão funcionar na Praça Veríssimo de Melo, sendo 2 pontos na Rua São João, 1 na Rua Doutor João Cupertino, do outro lado da praça, e mais 1 na Na Rua Tenente Coronel Amado, na Praça Washington Luiz.

Para ficar por dentro de todas as mudanças, que foram elaboradas para que o município consiga atender com qualidade, conforto e segurança os usuários do transporte público municipal das linhas que usavam o Terminal Central como ponto de integração, basta acessar o link, onde é possível encontrar como as linhas ficaram divididas entre os 4 pontos de integração, pontos finais e linhas circulares.

 

Cartão Macaé – Em operação desde o último sábado, 13, o Cartão Macaé segue com a entrega em funcionamento na antiga garagem da Macaense, que fica na Rua Antero Perlingeiro, 402, no centro da cidade.

“Podem retirar o cartão pessoas que realizaram o cadastro até o dia 3 de outubro. O atendimento é de segunda a domingo, das 8h às 20h. É preciso apresentar um documento oficial com foto e CPF. As pessoas que perderam o cartão podem procurar a Secretaria de Mobilidade Urbana, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h”, informou o governo municipal, também nesta sexta-feira.

A prefeitura reforça que apenas os usuários que realizaram o cadastramento, e que estiverem em posse do cartão e pagarem a tarifa em dinheiro, manterão o benefício da passagem a R$ 1,00, sem limite de uso.

Para quem não estiver em posse do Cartão Macaé ou para quem preferir efetuar o pagamento através de cartões como o RioCard, a tarifa cobrada será de R$ 3,05, valor que passou a vigorar no transporte público municipal no último sábado.

Os moradores de Macaé que ainda tiverem interesse em fazer o cadastro, podem se dirigir à Secretaria de Mobilidade Urbana, que fica na Rua Euzébio de Queiroz, 678A, no Centro, e que  atende de segunda a sexta, das 8h às 16h.

Para fazer o cadastro, os interessados devem estar munidos de cópia e original da carteira de identidade; cópia e original do CPF; cópia e original do comprovante de residência em Macaé, como contas de água, luz e telefone, ou contrato de aluguel, emitido até 90 dias da data do requerimento do cadastramento, em nome do usuário, do cônjuge, do companheiro e de ascendentes ou descendentes até o 2º grau de parentesco, devidamente documentado.

Já para as pessoas que perderam o cartão, a pasta atende, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. A segunda via custa 40 reais para a emissão e tem prazo de 30 dias para entrega. Em caso de roubo, é necessário apresentar o Boletim de Ocorrência (BO) para a solicitação da segunda via.

 


 

Mais lidas do mês