Mídias Sociais

Destaque

Subtenente Bernardo cria projeto de Lei para tombamento da Lagoa de Araruama e da Pesca Artesanal

Bertha Muniz

Publicado

em

 

“Se a lagoa sobreviveu a extinção dos dinossauros, quem é a Prolagos para acabar com ela”, destacou o deputado. 

O deputado estadual subtenente Bernardo (PROS), apresentou, nesta terça-feira (10), na Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj), um projeto de Lei que determina Tombamento da Lagoa de Araruama e da Pesca Artesanal praticada em toda a sua extensão como Patrimônio Ambiental, Cultural e Histórico do Estado do Rio de Janeiro.

A medida visa assegurar a preservação da lagoa com idade estimada entre 5 e 7 mil anos. Caso o projeto seja aprovado, a Prolagos e demais concessionárias que despejam poluentes na lagoa, não poderão mais fazê-los, mesmo com a premissa de que seja tratado.

“Estamos nessa briga para que a nossa lagoa volte a respirar e que possamos reviver o tempo em que as famílias tomavam banho e tinham à lagoa como área de lazer do povo cabofriense, de toda região dos lagos e local em que o pescador podia garantir com fartura o sustento da sua família. Essa é mais uma briga que assumo contra a Prolagos e as demais concessionárias que há anos estão destruindo a nossa lagoa. Se a lagoa sobreviveu à extinção dos dinossauros, quem é a Prolagos para acabar com ela”, destacou o deputado.

A Lagoa de Araruama é o maior complexo lagunar de água salgada do mundo. Com 220 km², ela é integrada pelos municípios de Araruama, Arraial do Cabo, Cabo Frio (Canal do Itajuru), Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia.

Mais lidas da semana