Mídias Sociais

Política

Secretário Municipal de Macaé será convocado pela Câmara para explicar problema no pagamento da regência aos professores

Publicado

em

 

Requerimento convocação secretário foi aprovado por 13 a 1 em sessão desta terça-feira, 20. 

Com aval de quase toda a bancada governista, um requerimento de autoria do vereador Marcel Silvano (PT), foi aprovado por 13 votos a 1 a convocação do Secretário Adjunto de Recursos Humanos, Alexandre Salles, para prestar esclarecimentos à Câmara Municipal de Macaé.

O motivo da convocação foi um erro supostamente cometido pela pasta que teria causado o atraso no pagamento de gratificações aos professores da rede pública municipal, causando um protesto dos professores em frente à prefeitura, no último dia 31 de janeiro.

Na época, os servidores da educação acusaram o governo de ter deliberadamente cortado as regências de classe referentes aos meses de novembro e dezembro, mas a prefeitura, ainda pela manhã do mesmo dia, já havia informado o erro e garantido o pagamento da gratificação dentro de 24 horas, o que de fato aconteceu.

“A Prefeitura de Macaé informa ter verificado erro na folha de pagamento da Educação, problema que será sanado imediatamente. Uma folha suplementar está sendo gerada e a previsão de pagamento do acerto ocorrerá no prazo de 24 horas”, publicou o governo municipal, às 8h22 do mesmo dia 31 de janeiro.

De acordo com o autor do requerimento, o secretário deveria ter se pronunciado a respeito, já que o erro teria acontecido dentro de sua pasta, o que não aconteceu, e causou estranhamento entre os vereadores.

A exceção feita à aprovação foi o voto contrário do vereador Paulo Antunes, que, mesmo assim, não se pronunciou a respeito do caso. Os dois únicos parlamentares governistas a falar sobre o caso durante a sessão, foram o presidente da Casa, Dr. Eduardo Cardoso (PPS), e Luciano Diniz (PMDB), que elogiaram a conduta do gestor da pasta e disseram acreditar ser a convocação uma boa oportunidade para que ele preste os esclarecimentos necessários, não apenas aos vereadores, como à toda população da cidade.

 

Tunan Teixeira

Foto: Ivana Gravina

 

 


 

Mais lidas do mês