Mídias Sociais

Política

Secretarias de Saúde e de Educação de Macaé traçam estratégias para ampliar vacinação pediátrica na cidade

Publicado

em

 

A Prefeitura de Macaé segue traçando estratégias pra promover maior orientação de pais e responsáveis sobre a eficácia e a segurança das vacinas contra o coronavírus, e garantir e ampliar a cobertura vacinal de crianças com idade entre 5 e 11 anos.

As estratégias estão sendo traçadas por equipes técnicas das secretarias de Saúde, e de Educação, e incluem até mesmo a organização de uma campanha que alcançará as unidades da rede pública municipal de ensino.

“Com base no planejamento de retorno seguro das aulas presenciais, discutido pelo governo junto ao Ministério Público do Estado do Rio (MP-RJ), e como ação efetiva de vigilância e proteção em Saúde da população, as secretarias definem como prioridade facilitar para as famílias e as crianças desta faixa-etária o acesso a informações que garantam a confiança na campanha municipal de vacinação contra a Covid-19 (sigla, em inglês, para Coronavirus Disease 2019)”, explicou a prefeitura.

Segundo o município, além de campanha informativa nas escolas, o planejamento das duas secretarias envolve uma estratégia específica de vacinação das crianças de 5 a 11 anos, utilizando as escolas da rede pública municipal como polos de vacinação.

“O nosso objetivo é orientar e conscientizar os pais sobre a confiança na estratégia de vacinação, facilitando assim o acesso das crianças desta faixa-etária às vacinas. E a estratégia é garantir que a campanha de vacinação faça parte também da rotina das escolas”, afirmou a gerente de Vigilância em Saúde, Elenice Sales.

De acordo com a prefeitura, a ação integrada entre as secretarias promove também uma iniciativa baseada no programa Saúde na Escola, que define a pandemia do coronavírus como um dos principais temas de trabalho nas salas de aula.

“A vacinação faz parte das estratégias definidas pelo governo junto ao Ministério Público para o retorno seguro das aulas presenciais. O apoio da Saúde é fundamental neste novo processo”, acredita a secretária adjunta de Educação Básica, Leandra Lopes.

Além das duas profissionais, a reunião estratégica contou também com a participação da superintendente de Educação Integrada, Janaína Pinheiro, e com a coordenadora de Imunização, Mariana Gulão.

Mais lidas da semana