Mídias Sociais

Política

Secretaria de Fazenda de Quissamã reforça que prazo para pedido de isenção do IPTU 2019 segue até 15 de novembro

Publicado

em

 

Prefeitura de Quissamã já está recebendo, desde 15 de agosto, pedidos de isenção do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de 2019, cujo prazo se encerra em 15 de novembro deste ano

Os moradores de Quissamã interessados em conseguir a isenção do pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de 2019 têm até o próximo dia 15 de novembro para entrar em contato com a Secretaria de Fazenda da cidade.

O prazo para fazer o pedido de isenção do imposto começou no 15 de agosto e segue até a data do feriado da Proclamação da República, e para conseguir a isenção, os interessados devem ser contribuintes, pessoa física, proprietário ou possuidor de um único imóvel, cuja renda em conjunto com os demais membros de sua família seja de até 3 salários-mínimos.

“É importante frisar que o decreto [que regulamenta a isenção tributária] não prevê a possibilidade de ampliação do prazo. Prorrogamos em 2017 porque era uma novidade e os contribuintes não estavam acostumados”, explicou a Secretária de Fazenda, Simone Moreira.

Ainda conforme a Fazenda, os pedidos dos contribuintes que se declararem sem renda ou com renda inferior a 3 salários-mínimos serão analisados pela pasta, que decidirá se encaminhará a solicitação ou não à Secretaria de Assistência Social, responsável pela avaliação social dos pedidos.

“Para solicitar a isenção é preciso anexar ao formulário de solicitação preenchido, no Protocolo Geral da Prefeitura, os seguintes documentos: carnê de IPTU original do exercício 2017; cópia de documento de identificação com foto, como carteiras de identidade, trabalho ou de motorista; cópia de cadastro de pessoa física (CPF); cópia de um comprovante de residência dos últimos 3 meses, podendo ser conta de água, energia elétrica ou telefone residencial; cópia de comprovante de renda familiar de até 3 salários-mínimos, do mês anterior à data do requerimento; e cópia da certidão de casamento, se for o caso”, detalha a prefeitura.


 

Mais lidas do mês