Mídias Sociais

Política

São Pedro da Aldeia sedia encontro de gestores culturais de outros 8 municípios da Região dos Lagos

Publicado

em

 

A cidade de São Pedro da Aldeia sediou, nesta semana, o Seminário de Boas Práticas, do Fórum Estadual dos Secretários e Dirigentes Municipais de Cultura do Rio de Janeiro, que reuniu 30 representantes das secretarias de Cultura dos municípios da Região dos Lagos.

Segundo a Prefeitura de São Pedro, o evento integra o projeto Caravana do Fórum, e teve como objetivo reunir os gestores de Cultura dos municípios da região, também conhecida como Baixada Litorânea, visando a troca de experiência entre os gestores.

Realizado no Cine Estação, o encontro contou a apresentação de participantes trazendo um breve panorama de suas atuações, relatando os principais desafios e avanços obtidos na implementação de políticas públicas culturais.

Para o secretário de Cultura de São Pedro da Aldeia, Thiago Marques, o evento foi uma excelente oportunidade para o aprendizado e a valorização do trabalho que vem sendo executado por cada município, com base nas diretrizes do Sistema Estadual de Cultura.

“Desde quando assumimos o status de secretaria, graças ao reconhecimento do nosso prefeito Fábio do Pastel (PODE), nós estamos cada vez mais atentos ao compromisso de melhorar as nossas práticas de gestão, com responsabilidade, diálogo e atenção às demandas da sociedade. Sediar este seminário foi extremamente enriquecedor para nós, principalmente neste momento tão importante de reestruturação do Sistema Municipal de Cultura pelo qual estamos passando, com a consolidação do Conselho de Cultura e a adequação da nossa estrutura com os sistemas estadual e nacional. Foi um momento de muita troca, aproximação e também de comemoração dos muitos avanços inéditos que temos alcançado no nosso município”, avaliou Thiago Marques.

O evento reuniu representantes de 9 das 10 cidades que compõem a Região da Baixada Litorânea, com a participação da cidade sede do encontro, e de Arraial do Cabo, Armação de Búzios, Cabo Frio, Casimiro de Abreu, Iguaba Grande, Silva Jardim, Saquarema e Rio das Ostras.

O encontro também teve a presença do secretário de Cultura de Paraty, José Sérgio Barros, e do presidente da Fundação Cultural de Barra Mansa, Marcelo Bravo, que também é o atual presidente do Fórum Estadual de Cultura.

“Organizamos uma agenda que contempla todas as regionais. Na Baixada Litorânea, esta foi a 2ª edição e tivemos uma grande adesão. Os secretários da região apresentaram seus destaques de gestão e, sobretudo, as dificuldades e os desafios. Desfrutamos de um dia de intensa aprendizagem e compartilhamento de informações. A generosidade entre os gestores consolida o espírito do Sistema Estadual de Cultura, que prevê a cooperação entre municípios para impulsionar o desenvolvimento das políticas culturais”, pontuou Marcelo Bravo.

Assessora técnica de Políticas Culturais da Secretaria de Cultura de São Pedro, Cleise Campos explicou que a escolha do município como cidade sede aconteceu por sua excelente localização geográfica, e também devido à recente condição de unidade exclusiva na administração do governo municipal.

“A criação de uma Secretaria Municipal de Cultura, onde as políticas culturais são mais valorizadas no âmbito da administração pública, é uma motivação para várias outras cidades”, completou Cleise Campos.

Como a próxima edição da Caravana do Fórum está prevista para acontecer em Mangaratiba, na Região da Costa Verde, na próxima quarta-feira, 13, Marcelo Bravo ressaltou a importância das caravanas para divulgar a Assembleia Cultural, prevista para acontecer em junho deste ano, em Volta Redonda, quando será eleita a nova diretoria do Fórum Estadual para o biênio 2022-2024.

Para a presidente da Fundação Rio das Ostras de Cultura (FROC), Cris Regis, a integração entre os municípios é muito importante para o desenvolvimento da Cultura, principalmente no interior do Estado.

“É muito importante que os gestores culturais se reúnam para que possamos buscar soluções criativas para o setor de uma forma geral, sem esquecer a realidade e as peculiaridades de cada município. O intercâmbio e a troca de ideias em cada encontro são fundamentais para o desenvolvimento das ações voltadas para a área cultural”, comentou Cris Regis.

Ainda durante o encontro, os gestores culturais aproveitaram para fazer uma visita à exposição de artesanato Artes da Aldeia, que está acontecendo desde o início de abril, e que segue aberta na Casa da Cultura Gabriel Joaquim dos Santos, no centro da cidade.

Mais lidas da semana