Mídias Sociais

Política

Processo de cassação de mandato de deputado estadual de Campos já tem relator definido no TRE-RJ

Avatar

Publicado

em

 

Com enorme base eleitoral em Campos dos Goytacazes e São João da Barra, o deputado estadual Bruno Dauaire (PSC) é alvo de um processo de cassação de seu mandato, acusado de infidelidade partidária.

O processo será relatado pelo Desembargador Guilherme Couto de Castro, no Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Rio (TRE-RJ), e foi iniciado pelo antigo PRP, que se fundiu ao PATRIOTA, e reclama a vaga do deputado eleito pela legenda.

Segundo informações da jornalista Berenice Seara, em sua coluna Extra, Extra, o PATRIOTA entrou com uma representação na Justiça eleitoral depois que Dauaire embarcou no partido do líder do governador Wilson Witzel (PSC).

“O PRP não atingiu a cláusula de barreira de pleito em 2018, foi extinto e, depois, se incorporou ao PATRIOTA. Me filiei a outro partido porque a Constituição me garante este direito, sem perda de mandato, quando o partido deixa de existir. Essa ação do PRP [PATRIOTA] não tem cabimento e será respondida judicialmente”, se defendeu  o deputado à coluna.

Antes da fusão, o PRP também teria contestado, junto ao TSE, o mandato do deputado federal Wladimir Garotinho (PSD-RJ), que também deixou o partido pelo qual foi eleito com apoio dos pais, os ex-governadores Anthony e Rosinha Garotinho, que, aparentemente, continuam no PATRIOTA.

Mais lidas do mês