Mídias Sociais

Política

Problemas de iluminação pública de Macaé geram polêmica e acusações na Câmara Municipal

Avatar

Publicado

em

 

Apesar dos esforços da Prefeitura de Macaé, cidade continua enfrentando problemas na iluminação pública, provocando atritos entre os vereadores da Casa

Os problemas da iluminação pública na cidade foram tema de mais uma polêmica entre governistas e oposicionistas na Câmara Municipal de Macaé em sessão ordinária, na manhã desta quarta-feira, 27.

Líder da oposição, o vereador Maxwell Vaz (SD) apresentou um requerimento convidando o representante da Secretaria Adjunta de Iluminação Pública, que teria sido assinado por vereadores das duas bancadas, mas que acabou apresentado apenas com 5 assinaturas, já que os governistas teriam retirado o nome do documento.

Segundo líder do governo, Julinho do Aeroporto (MDB), um dos que assinou o documento e retirou a assinatura, a divergência se deu pela falta de um representante na pasta, já que o ex-secretário, Flávio Isquierdo, acabou exonerado em janeiro deste ano.

Julinho explicou aos colegas parlamentares desde então, a pasta está sem um representante, já que um novo secretário ainda não foi nomeado pelo prefeito, e que o servidor que vem atuando à frente da secretaria adjunta não teria condições de atender às demandas dos vereadores.

“O vereador Maxwell precisa respeitar o direito do outro também. Ninguém amarelou não. Quem é o secretário [adjunto] de Iluminação Pública? O senhor sabe o nome? O secretário era Flávio Isquierdo. Ele foi exonerado. Ele foi exonerado. E não teve nenhuma nomeação ainda. Convidar e convocar quem? Então, nós não amarelamos. Antes, quando nós assinamos, no meu entendimento, seria o Marcelo [Oliveira, coordenador geral da pasta]. Liguei, ele falou, ‘não, Julinho, não sou eu’. A pasta está em aberto. Como acontece, quando o secretário é exonerado, aguarda-se então para uma nova nomeação. Então, ninguém amarelou. Nós precisamos saber quem vamos convocar”, respondeu Julinho às acusações dos oposicionistas contrariados.

Agora companheiro de Julinho na Mesa Diretora, o 2º vice-presidente da Casa, Dr. Luiz Fernando (PTC), lembrou, porém, que, como a Secretaria Adjunta de Iluminação Pública está vinculada à Secretaria de Infraestrutura, o gestor da pasta, Célio Chapeta, deveria ser convidado para responder os questionamentos dos parlamentares.

Depois de reclamações dos vereadores Marcel Silvano (PT), Marvel (REDE) e Robson Oliveira (PSDB), e da troca de farpas entre os líderes das bancadas governistas e de oposição, a discussão acabou encerrada e o requerimento iniciou tramitação sem o regime de urgência, para o qual eram necessárias as tais assinaturas que foram retiradas.


 

Mais lidas do mês