Mídias Sociais

Política

Primeiro pregão eletrônico da Prefeitura de Macaé tem participação de 30 empresas e economia de 40%

Avatar

Publicado

em

 

Realizado na última sexta-feira, 13, o primeiro pregão eletrônico da Prefeitura de Macaé aconteceu para a aquisição de papelaria e teve a participação de 30 empresas de várias partes do Estado e do país, de acordo com o município.

Ainda segundo a prefeitura, o novo modelo de pregão eletrônico gerou uma economia de, aproximadamente, 40% do valor previsto. Das 30 empresas que participaram do processo licitatório, 16 ganharam a licitação que tinha 60 itens como objetivo.
Para o procurador adjunto de Licitações, Jean Vieira, a nova modalidade tem como objetivo reforçar a transparência e economicidade. O procurador adjunto acrescentou também que o procedimento se encontra em fase de julgamento de habilitação.

“Estávamos prevendo um custo de R$ 563.023,74, mas com o pregão eletrônico, o valor da compra ficou em R$ 343.516,00”, revelou o Jean Vieira.
O procurador comentou que o percentual na economia do pregão eletrônico foi quase o dobro da modalidade presencial, que ficou em torno de 22% em 2018 e aproximadamente 25% ainda esse ano.
Jean Vieira lembrou que município aderiu ao sistema do “Comprasnet”, o mesmo utilizado pelos governos, federal e estadual, e pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio (TCE-RJ), considerado um dos melhores do país.

“O município continua realizando licitações na modalidade presencial, mas a tendência é diminuir. E dentro desta perspectiva de transparência, a Coordenadoria Geral de Licitações iniciará nos próximos dias a transmissão ao vivo de todas as sessões públicas licitatórias”, contou a prefeitura.

Mais lidas da semana