Mídias Sociais

Política

Prefeitura de São João da Barra repete iniciativa de Macaé e assina convênio para compra de vacinas do Instituto Butantan

Publicado

em

 

Seguindo o que já tinha feito o prefeito de Macaé, Dr. Aluízio (sem partido), a prefeita de São João da Barra, Carla Machado (PP), também assinou com o Instituto Butantan, em São Paulo, um memorando de intenção para a compra de vacinas contra o coronavírus.

De acordo com a Prefeitura de São João da Barra, o convênio com o instituto paulista é para a compra de 60 mil doses da vacina Coronavac, produzida em parceria com a biofarmcaêutica chinesa Sinovac Biontech.

O município revelou confirmou também ter feito contato com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, através de sua Secretaria de Saúde, já que a instituição carioca é responsável pela produção de outra vacina, em parceria com a Universidade de Oxford, além de acompanhar a evolução dos testes da vacina produzida pela gigante norte-americana Pfizer.

Esta última vacina, produzida em parceria com a empresa alemã BioNTech, inclusive, é a que vem sendo aplicada de forma emergencial em 4 países, entre eles o Reino Unido, onde a vacinação começou nesta semana.

Segundo a secretária de Saúde de São João da Barra, Arleny Valdés Arias, todas as frentes estão sendo acompanhadas para que seja escolhida a opção mais rápida e segura para realizar a vacinação da população da cidade.

A prefeitura também anunciou nesta semana a compra de 11 câmaras biológicas, que devem chegar até o final deste mês, para o armazenamento das vacinas, já que algumas, como vacina da Pfizer/BioNTech precisa ter a temperatura mantida em -70°C.

“Estamos tomando todas as providências e procurando todas as vias, preenchendo os documentos necessários. As 3 vacinas estão na 3ª fase para aprovação. E todas elas têm algum contato com o Brasil. Nós estamos acompanhando todas essas frentes para iniciar, de forma mais rápida possível e mais responsável também, de acordo com o ministério da Saúde e com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária)”, explicou Arleny Valdés Arias.

De acordo com a prefeita Carla Machado, reeleita no último dia 15 de novembro, a prefeitura segue atuando nas medidas de prevenção ao contágio do coronavírus mesmo enquanto tenta garantir que a vacinação comece no município assim que houver a autorização da Anvisa.

O município lembra ainda que conta com um centro para cuidar especificamente da pandemia e de um hospital de campanha para tratar os pacientes, além de um centro de reabilitação para os pacientes recuperados da infecção.

“A saúde da população é nossa prioridade desde o início da pandemia. Adquirimos equipamentos, montamos uma estrutura completa e adotamos uma série de medidas para controlar o avanço da doença. Tivemos que suspender as programações oficiais de réveillon e do verão, o que certamente impacta ainda mais a economia, mas neste momento é preciso proteger vidas. Por isso nosso pedido à população para que colabore, evitando aglomerações, usando máscara, cuidando da higienização das mãos e dos ambientes. A vacina está chegando e vamos vencer a pandemia, mas ainda precisamos muito manter os cuidados”, alertou a prefeita.

Segundo boletim informativo diário divulgado no fim da tarde desta quinta-feira, 17, São João da Barra registra 1.841 casos confirmados do coronavírus, e 54 mortes provocadas pela doença desde o início da pandemia, em março.

Mais lidas da semana