Mídias Sociais

Política

Prefeitura de Rio das Ostras revela situação de obras de construção de unidades da rede pública municipal de ensino

Avatar

Publicado

em

 

A Prefeitura de Rio das Ostras segue trabalhando para concluir as obras em 4 unidades de educação pública municipal, todas com previsão de entrega para 2020, ano das próximas eleições municipais.

Segundo a prefeitura, os trabalhos continuam em uma escola e 3 creches, com expectativa para gerar 2.200 vagas na rede municipal, além de ofertar mais vagas para crianças e adolescentes do município.

De acordo com a administração, o objetivo das obras é aumentar a oportunidade de crianças e adolescentes de estudar em locais com boas instalações, proporcionando conforto para contribuir para a aprendizagem.

Na última semana, o prefeito Marcelino Borba (PV) chegou a visitar alguns canteiros de obras para conhecer de perto as instalações e saber como está o andamento das edificações, no Village, na Extensão Serramar, no Jardim Campomar e no Âncora.

“A educação é prioridade em nossa administração. Precisamos proporcionar tempo para que mães e pais possam trabalhar e, para isso, deixar seus filhos em um lugar seguro e confortável”, disse Marcelino.

Detalhando a situação das obras, a prefeitura revelou que a Escola Municipal Senhorinha de Oliveira Gomes Tia Lola, no Village, está em processo de conclusão e irá atender cerca de 1.200 estudantes do 2º segmento do ensino fundamental, com 16 salas de aula, salas multiuso, biblioteca, quadra coberta e laboratório de informática, em um investimento de 3,5 milhões de reais.

Com a nova escola, a prefeitura espera solucionar um antigo problema das salas modulares na região do Âncora, com 6 destes espaços deixando de existir na Escola Municipal Maria Gorete Vicente Jorge, que terá alunos absorvidos na nova unidade, que terá um espaço mais moderno e confortável.

“Esta nova escola tem um espaço amplo onde poderemos oferecer um espaço para leitura, outro para utilizarem os equipamentos de informática e, claro, o esporte, porque terá uma quadra coberta”, contou o secretário de Educação, Esporte e Lazer, Maurício Henriques.

Além da escola no Village, a prefeitura segue trabalhando nas obras em 3 creches, na Extensão Serramar, no Jardim Campomar e no Âncora, totalizando mil novas vagas abertas na rede pública municipal.

“Só a Creche Municipal Dona Lina, no Âncora, por exemplo, irá atender aproximadamente 300 crianças. A unidade terá 10 salas de aula, jardim, horta, playground coberto, fraldário e outros ambientes destinados à crianças de zero a seis anos. Com exceção da unidade do Âncora, que teve sua construção em parceria com o Ministério da Educação, as creches tiveram um investimento de cerca de 2,5 milhões de reais, cada uma”, avalia a prefeitura.

Além das novas obras, a prefeitura explica que está ampliando as creches, Dona Cota, no Nova Esperança; Dona Senhorinha, no Recanto; e Valdira Flausino Rodrigues, em Nova Cidade, totalizando a criação de 250 novas vagas já no início do novo ano letivo.

“Esta semana a prefeitura inaugurou outra unidade do Centro Integrado de Convivência Maurício Henriques (CIC), no Âncora. A unidade vai atender cerca de 80 crianças com idade entre 6 e 12 anos, com atividades de música, dança, jiu-jitsu, leitura, atendimento psicossocial, rodas de conversas, entre outras. A unidade tem o objetivo de promover a socialização, o exercício da cidadania, valorização da vida escolar, o fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários”, comentou o município.

Para o prefeito, as obras das novas unidades e as de ampliação de outras unidades representam uma grande valorização da educação municipal, que por legislação federal, deve priorizar as crianças e adolescentes da Educação Infantil até o Ensino Fundamental.

“Nossas crianças são prioridade. Valorizamos a educação. Eu acredito na educação de nossas escolas e trazer estes meninos e meninas para o CIC vai colaborar para que sejam melhores cidadãos. Estou muito feliz. Acredito na equipe que escolhi”, concluiu Marcelino Borba.

Mais lidas da semana