Mídias Sociais

Política

Prefeitura de Macaé traça estratégias para o Dia D contra o Aedes aegypti no próximo dia 8 de junho

Publicado

em

 

A Prefeitura de Macaé já prepara estratégias para o Dia D de enfrentamento ao Aedes aegypti, que acontecerá no próximo dia 8 de junho, uma das prioridades do governo municipal para evitar os riscos de uma epidemia de dengue na cidade.

Na reunião que estabeleceu as diretrizes da ação, foi definido que secretarias e agentes estarão nas ruas, com objetivo de reforçar a conscientização da população sobre as iniciativas necessárias para a redução do índice de proliferação do mosquito e da taxa de incidência de casos confirmados de dengue.

A estratégia traçada pela prefeitura visa promover ações em diversos pontos da cidade para conter a proliferação do Aedes aegypti, que também é responsável pela transmissão de doenças como a zika e a chikungunya.

Da reunião participaram o prefeito Welberth Rezende (CIDADANIA), os secretários de Saúde, Alexandre Cruz (CIDADANIA), e de Infraestrutura, Santiago Borges, e os secretários adjuntos de Obras, Felipe Bastos, e de Serviços Públicos, Rodrigo da Silva.

“O objetivo é promover uma ação geral de limpeza, garantindo a destinação adequada dos resíduos, eliminando focos de proliferação do mosquito. Essa iniciativa ajuda a conscientizar a população de também promover essa limpeza geral dentro de suas casas, cuidando do seu espaço, promovendo ainda a prevenção da dengue. Essa é uma ação de prioridade para a Saúde e demais secretarias envolvidas”, afirmou Welberth Rezende.

Segundo a prefeitura, a mobilização também tem como alvo reduzir os números de novos casos de dengue mapeados pela equipe da Vigilância em Saúde, e servir como base para o Levantamento Rápido de Índices do Aedes Aegypti (LIRAa), realizado pela Coordenadoria Especial de Vigilância Ambiental em Saúde, da Secretaria de Saúde.

“Estamos diante de um novo cenário de crescimento de casos de dengue na cidade, o que requer uma ação enérgica da nossa equipe da Saúde, mas também o auxílio da população, já que os dados indicam que cerca de 80% dos focos do Aedes se encontram dentro das residências. Todo cuidado é essencial neste momento”, alertou o secretário de Saúde, Alexandre Cruz.

A reunião contou ainda com a participação dos coordenadores, de Vigilância Ambiental em Saúde, Flávio Muniz, e de Vigilância em Saúde, Elenice Sales, que mobiliza a ação do Dia D, além da diretora geral do Hospital Público Municipal (HPM), Mayara Rezende.

Mais lidas da semana