Mídias Sociais

Política

Prefeitura de Macaé promete divulgar duas novas listas do Bolsa Alimentação na próxima segunda-feira, 29

Avatar

Publicado

em

 

A Prefeitura de Macaé divulgou nesta quinta-feira, 25, novas informações sobre os pagamentos do Bolsa Alimentação, auxílio emergencial criado para tentar minimizar o impacto da falta da merenda escolar na alimentação dos alunos da rede pública municipal de Educação.

De acordo com o município, as duas novas listas serão divulgadas na próxima segunda-feira, 29, uma para os beneficiários que receberão o auxílio de 200 reais em conta bancária, seja na 1ª, na 2ª, ou na 3ª parcela do programa, e outra para o pagamentos de qualquer uma das 3 parcelas por ordem de pagamento, no próximo dia 7 de julho.

A prefeitura explicou também que as novas listas serão disponibilizadas no site oficial do município, e reúnem beneficiários que apresentaram algum tipo de inconsistência cadastral, como estornos, erros de CPF, entre outros motivos que tenham impedido acesso ao benefício em qualquer parcela.

O município lembra que o pagamento da 3ª parcela da Bolsa Alimentação começou no último dia 15, na forma de recebimento de crédito em conta, e que o crédito dos cartões ocorreu na última sexta-feira, 19, com as listas já disponíveis site da prefeitura.

Proposto com um valor de 100 reais, o benefício teve seu valor dobrado pela Câmara Municipal após aprovação dos 17 vereadores da destinação de 5,3 milhões de reais do Fundo do Legislativo.

O benefício foi criado com base na preocupação com a falta da merenda escolar, considerada a principal refeição diária para milhares de crianças e jovens matriculados na rede pública municipal de ensino de Macaé, e que se encontram em vulnerabilidade social, situação agravada pelos impactos econômicos da pandemia do coronavírus.

Além da impossibilidade de exercer suas atividades para milhares de trabalhadores em razão das medidas de isolamento social e restrição de circulação, as aulas, tanto da rede pública quanto da rede privada do município, estão paralisadas desde o último dia 16 de março, por decreto do prefeito Dr. Aluizio (PSDB), também em prevenção ao contágio do vírus.

Mais lidas da semana