Mídias Sociais

Política

Prefeitura de Macaé consegue aval do governo federal para manter aeroporto em bloco com aeroporto de Vitória

Avatar

Publicado

em

 

Representantes do governo municipal e do setor empresarial de Macaé celebram sucesso do encontro com o presidente Michel Temer (MDB), em Brasília

Em retorno de uma reunião em Brasília, na última terça-feira, 3, o ex-superintendente do Aeroporto de Macaé, Helio Batista, agora consultor da Prefeitura de Macaé sobre o processo de concessão do aeroporto da cidade.

Acompanhado do Secretário Adjunto do Gabinete do Prefeito, Leandro Gama, o ex-superintendente do aeroporto macaense esteve reunido com o presidente Michel Temer (MDB) e com representantes da Secretária de Aviação Civil, e saiu do encontro animado.

“Saímos de lá com a presença do aeroporto de Macaé no bloco consolidada. Segundo presidente, ele será mantido no bloco, apesar da tentativa do Governador do Espírito Santo de retirar o aeroporto do bloco. Isso é muito importante para o desenvolvimento da cidade de Macaé”, contou Helio Batista.

Ainda de acordo com ele, o governador capixaba, Paulo Hartung (MDB), chegou a sugerir a inclusão de outros aeroportos do estado, entre eles o de Linhares, em substituição ao aeroporto de Macaé, mas os pedidos foram negados pelo governo federal.

Helio Batista revelou ainda que, segundo a Secretaria de Aviação Civil, a licitação para a concessão do bloco que tem os aeroportos de Vitória, no Espírito Santo, e o de Macaé, no Rio, tem previsão de lançamento ainda para este ano, provavelmente em novembro.

O agora consultor da prefeitura macaense explicou ainda que, apesar do anúncio das obras de recuperação da pista do aeroporto, pela Empresa Brasileira de Infrestrutura Aeroportuária (Infraero), a concessão é importante para promover o desenvolvimento que Macaé precisa também em outras áreas da economia, como, por exemplo, o turismo.

“Eu não sei como está o andamento das obras, mas elas servem para recuperar uma estrutura que já estava totalmente degradada. O aeroporto precisa de uma pista de 1.500 metros, de aumentar a compactação, para receber aviões de maior porte, e não apenas os ATR-72. Esses aviões da Azul [Linhas Aéreas] atendem voos de pequeno porte e o setor offshore. Para isso, as obras já atendem. Mas com os investimentos que virão com a concessão, a gente vai conseguir atender o turismo de negócios e o turismo de lazer, que são vocações que a cidade já possui”, explicou ele.

Segundo o ex-superintendente, o aeroporto de Macaé precisa de investimentos que o governo federal não tem condições de fazer, e por isso, defende a importância da concessão, que segundo ele, trará as melhorias que o aeroporto precisa.

Helio Batista lembrou ainda que, mesmo reformada, a nova pista de pouso e decolagem não deve suportar aviões maiores que os ATR-72 são usados apenas em voos de pequeno porte, além de terem o risco de serem substituídos em breve, como aconteceu com os ATR-42, retirados da frota da Azul Linhas Aéreas, antiga concessionária dos voos comerciais de passageiros na cidade, desde 2015, e que deixou a cidade sem o serviço.

Para Helio, com os investimentos do setor privado, o município poderá receber voos de grande porte, como os realizados por aeronaves como o Airbus A310 e o Boeing 737, usados, por exemplo, na ponte aérea Rio-São Paulo. Para efeito de comparação, os ATR-72, usados pela Azul, têm capacidade para 68 passageiros, enquanto um Boeing 737 tem capacidade para até 215 passageiros, e o Airbus A310, até 280 passageiros.

De acordo com a Prefeitura de Macaé, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) já iniciou o processo de concessão do bloco Sudeste, composto pelos aeroportos de Macaé e de Vitória, capital do estado capixaba, com valor de outorga de 644 milhões de reais, e garantia de 30 anos de exploração para a empresa vencedora do leilão.

Também participaram do encontro com Temer, em Brasília, o Governador do Rio, Pezão (MDB), o deputado estadual Christino Áureo (PSD), além de representantes do setor empresarial de Macaé e da região.

Clique Diário

E. L. Mídia Editora Ltda
CNPJ: 09.298.880/0001-07
Redação: Avenida Atlântica, 2.500, sala 22 – Cavaleiros – Macaé/RJ

cliquediario@gmail.com
(22) 2765-7353

Mais lidas da semana