Mídias Sociais


Política

Prefeitura de Macaé anuncia início das obras do cais do Mercado de Peixes para próximo dia 18

Publicado

em

 

A Prefeitura de Macaé anunciou que as obras de revitalização do cais do Mercado de Peixes começam em duas semanas, e terão previsão de duração de 3 meses, serviço que será realizado pela empresa Engetecnica, do Rio de Janeiro, vencedora do processo licitatório realizado pela prefeitura.

O anúncio do início das obras foi feito alguns dias depois da entrega da ordem de serviço do município para a empresa, que aconteceu na última segunda-feira, 1 de agosto, lembrando que, no dia seguinte, uma reunião definiu detalhes logísticos das atividades.

O encontro no cais do Mercado de Peixes nesta terça-feira, 2, contou com a presença de representantes do poder público municipal e da Engetecnica, além de comerciantes e pescadores, e teve o objetivo de debater a melhor forma de minimizar os impactos da reforma do local.

Segundo a prefeitura, o início do processo de transição começa na próxima segunda-feira, 8 de agosto, quando já serão colocados tapumes e alguns equipamentos necessários para o fluxo da obra.

“O trabalho de recuperação do cais, propriamente dito, só terá início daqui a duas semanas. O local, necessariamente, precisará estar totalmente desocupado”, ressaltou o município.

Secretário adjunto de Obras, Felipe Bastos reconheceu que as obras podem causar alguns transtornos para comerciantes e moradores da área ao redor do Mercado de Peixes, mas pediu apoio da população durante as ações.

“Toda obra de intervenção causa um transtorno. Precisamos da colaboração de todos para que esta reestruturação seja realizada da melhor maneira”, comentou Felipe Bastos.

Ainda de acordo com o governo municipal, o serviço de recuperação estrutural do cais terá, entre outras ações, obras visando a proteção da costa numa extensão de 200 metros (m) na área do Mercado de Peixes.

“A obra é um sonho de muitos anos. Estamos fazendo o máximo possível para que tudo corra bem. Essa é uma vitória dos pescadores”, afirmou o secretário adjunto de Pesca e Aquicultura, Jair Barcelos.

O gestor de Pesca e Aquicultura revelou também que, durante a interdição do cais do Mercado de Peixes, outros pequenos cais localizados no município poderão ser utilizados pelos pescadores e comerciantes.

Além dos 2 secretários adjuntos  e dos representantes da empresa, dos comerciantes e dos pescadores, também participaram da reunião desta terça o secretário de Infraestrutura, Santiago Borges, e o vereador Alan Mansur (CIDADANIA).

Mais lidas da semana