Mídias Sociais

Política

Prefeitura de Carapebus lança cartão de crédito para servidor

Publicado

em

Servidor público municipal, concursado ou contratado, terá direito a um cartão de débito com limite de até 30% do salário.

Da redação

A partir deste mês, o servidor público municipal (concursado ou contratado) terá direito a um cartão de débito com limite de até 30% de seu salário para ser utilizado em compras no comércio local. A apresentação desse benefício será feita nesta quinta-feira (15), às 15h,  na sede da Câmara de Vereadores de Carapebus , pelo executivo comercial da  empresa Vale Shop, Márcio Soares Ribeiro, parceiro da prefeitura. Servidores e comerciantes serão convidados para o lançamento. O cartão é uma exigência da prefeita Christiane Cordeiro, que pretende gradativamente implantar melhorias ao servidor.

Na reunião com os representantes da Vale Shop, a prefeita lembrou que, para o servidor será uma excelente oportunidade de fazer compras, mesmo que não tenha o dinheiro em mãos, e também incrementando  a economia da cidade, com a circulação do dinheiro do servidor  no comércio local. “Isso movimentará o comércio de um modo geral, principalmente reaquecendo a economia da cidade. Queremos incentivar o comércio e também facilitar a vida do servidor”, justificou Christiane.

A implantação do cartão de débito do servidor foi intermediada pela coordenadoria de Indústria e Comércio, integrante da Secretaria de Planejamento.  Segundo o coordenador Paulo Arlécio, com o cartão,  sem ônus econômico ou taxa de anuidade,  o servidor poderá comprar com prazos de vencimentos de até 50 dias, permitindo o melhor controle de seus gastos e evitar que tenha que se deslocar a outros centros comerciais em busca de melhores preços. Para o comércio significa a certeza de vendas. A Vale Shop fornecerá ao comerciante, sem qualquer custo,  a máquina de cartão e também não cobrará a adesão ao serviço. Já existem farmácias, supermercados, hortifrutis  e outras empresas inscritas nesse novo serviço oferecido na cidade.

Crédito: Divulgação

 

 

Mais lidas do mês