Mídias Sociais

Política

Prefeitura de Carapebus anuncia calendário de vacinação contra o coronavírus para o mês de outubro

Publicado

em

 

A Prefeitura de Carapebus anunciou, neste domingo, 3 de outubro, o seu calendário mensal de vacinação contra o coronavírus para esse mês de outubro, com informações sobre a 1ª dose, 2ª dose e dose de reforço para moradores da cidade.

A vacinação acontece das 8h às 12h, de segunda a sexta, de maneira escalonada, nas unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESF) de Ubás, de Rodagem, da Capelinha, e na Unidade Básica de Saúde (UBS) do centro da cidade.

A ação faz parte da campanha nacional de vacinação contra o coronavírus, com foco na chamada repescagem, ou busca ativa, para os moradores da cidade que perderam as datas de aplicação da 1ª dose ou da 2ª dose, mas também em pessoas com idade acima dos 80 anos ou imunossuprimidos que podem tomar a 3ª dose, ou como está sendo chamada, a dose de reforço.

As segundas-feiras serão destinadas para os moradores de Carapebus que perderam as datas para a receber a 1ª dose das vacinas, e as sextas, para pessoas que tomaram a 1ª dose, mas perderam as datas para a aplicação da 2ª dose.

De terça a quinta-feira, a vacinação será para os idosos acima dos 80 anos e imunossuprimidos que já completaram a imunização com as duas doses das vacinas CoronaVac, AstraZeneca ou Pfizer, ou a dose única da vacina Janssen, e poderão receber a 3ª dose ou dose de reforço.

Para receber as doses das vacinas, a Secretaria de Saúde lembra que é necessária a apresentação de um documento de identificação com foto, CPF, comprovante de residência, e comprovante de vacinação.

Além disso, de 4 a 15 de outubro, de segunda a sexta-feira, a prefeitura também fará a aplicação da 3ª dose ou dose de reforço para os profissionais de saúde que atuam no município. A vacinação acontece no Pronto Atendimento Carlito Gonçalves, das 9h às 12h.

Para os profissionais de saúde, tanto da rede pública quanto da rede privada, é necessário apresentar CPF, comprovante de vacinação, e registro profissional de saúde para comprovação de atuação na área, lembrando que, tanto para profissionais de saúde quanto para idosos acima dos 80 anos e imunossuprimidos, a 3ª dose só será aplicada 6 meses após o recebimento da 2ª dose ou da dose única.

Mais lidas da semana