Mídias Sociais

Política

Prefeitura de Cabo Frio consegue regularização de unidades da rede pública municipal de Saúde junto ao CREMERJ

Publicado

em

 

A Prefeitura de Cabo Frio conseguiu receber a certidão de regularidade da inscrição no Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio (CREMERJ) para o Hospital Municipal Otime Cardoso dos Santos, no bairro Jardim Esperança.

Inaugurado em abril de 2005, o hospital, maior unidade hospitalar do município, passa a ser totalmente regularizado junto ao órgão fiscalizar pela 1ª vez em sua história, comprovando a legalização em vários requisitos exigidos pelo CREMERJ.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Cabo Frio, a certificação, que vale até 9 de agosto de 2022 desde que não haja alteração nos dados cadastrais, garante a segurança dos múltiplos setores administrativos.

O Hospital Municipal Otime Cardoso dos Santos oferece serviços ambulatoriais, emergenciais e internações, além de possuir uma ala exclusiva para pacientes diagnosticados com o coronavírus.

“Para garantir o certificado, as unidades precisaram implantar comissões ativas de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), de Óbitos e de Controle de Prontuários, além de atualizar o corpo clínico e de funcionários. Também foi necessário publicar em Diário Oficial a data de inauguração da unidade e instituir médicos responsáveis por cada segmento nas unidades para acompanhamento constante dos processos”, explicou a prefeitura.

Além do Hospital do Jardim Esperança, o município garantiu a certidão de regularidade da inscrição no CREMERJ também para o Hospital São José Operário, no bairro São Cristóvão, e para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Parque Burle.
A prefeitura revelou que as duas unidades estavam irregulares há cerca de 4 anos, desde a gestão do ex-prefeito Dr. Adriano (DEM), eleito nas eleições suplementares de 2018 depois que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu pelo afastamento do ex-prefeito Marquinho Mendes (MDB), vencedor do pleito municipal de 2016.

“A última atualização do São José Operário foi no final de 2017, e da UPA do Parque Burle foi em 2018. O documento do hospital é válido até o dia 2 de outubro de 2022, e da UPA até 17 de agosto do mesmo ano, desde que não haja alteração nos dados cadastrais”, contou a prefeitura.

Outra unidade da rede pública municipal de Saúde, o Hospital Municipal da Mulher, no Braga, também recebeu a certidão de regularidade do CREMERJ, inscrita no órgão desde abril de 2004, mas também totalmente regularizada pela 1ª vez, com a certidão válida até 8 de abril do ano que vem.
Segundo o município, as certificações são resultado da atuação da gestão do prefeito José Bonifácio (PDT), através da Secretaria de Saúde, que busca regularizar toda infraestrutura do município junto aos órgãos fiscalizadores até o fim do ano.
“Garantir a certificação das nossas unidades de saúde é o resultado das ações que estamos realizando para melhoria contínua nos serviços prestados para a população. A regularização demonstra que estamos dentro das normas, e fazendo constantemente a manutenção e o controle das atividades realizadas no atendimento”, concluiu o secretário de Saúde, Felipe Fernandes.

Clique Diário

E. L. Mídia Editora Ltda
CNPJ: 09.298.880/0001-07
Redação: Rua Tupinambás 122 Gloria – Macaé/RJ

comercial@diariocs.com
(22) 2765-7353
(22) 999253130

Mais lidas da semana