Mídias Sociais

Política

Prefeito de Macaé recebe governador do Rio em ações voltadas para o meio ambiente na cidade

Publicado

em

 

O prefeito de Macaé, Welberth Rezende (CIDADANIA), recebeu, na manhã desta quinta-feira, 5, o governador do Rio, Cláudio Castro (PL), juntamente com secretários estaduais e deputados estaduais fluminense, para diversas ações no município.

A visita do governador a uma das principais cidades da região do entorno da Bacia de Campos teve um foco em ações de meio ambiente, como o reflorestamento do programa Floresta do Amanhã, na lagoa da Ajuda de Baixo, e a dragagem do Canal do Capote, na Linha Verde, através do programa Limpa Rio.

Em vídeo publicado em sua conta no Twitter, o prefeito de Macaé agradece à visita dos representantes do Executivo estadual e também aos seus ex-colegas de Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj), lembrando que Welberth Rezende deixou uma cadeira no Legislativo para concorrer à Prefeitura de Macaé, nas eleições municipais de 2020.

“Hoje é um dia de agradecimento. Antes de fazer os agradecimentos, saudar a todos os servidores públicos que estão trabalhando, ajudando; nossos comandantes, tanto do Forte quanto do 32º Batalhão, quanto do grupamento dos Bombeiros. Saudar nosso governador, amigo, parceiro, desde a época de deputado, sempre uma grande parceria na Assembleia. Queria saudar a todos os secretários de Estado que se fazem presentes aqui também, nossa 1ª dama, saudar os deputados, além dos deputados que hoje estão licenciados e hoje compõem o quadro do governo do Estado como secretários, todos os secretários que têm nos atendido muito bem. Governador, eu queria fazer esse agradecimento, como eu falei, porque o dia de hoje fica marcado por esse reencontro do governo municipal da cidade de Macaé com o governo do Estado do Rio de Janeiro”, falou Welberth Rezende.

Segundo o Instituto Estadual de Ambiente (Inea), a ação se estenderá por vários rios e canais da cidade, com trabalhos de limpeza e desassoreamento promovidos pela Secretaria Estadual do Ambiente e Sustentabilidade e pelo próprio Inea.

Os trabalhos em Macaé foram iniciados nesta quinta-feira, em trecho de cerca de 4 quilômetros do Canal do Capote, para a retirada de 34.320 metros cúbicos de sedimentos para destinação ambiental adequada.

O prefeito aproveitou a visita dos representantes do governo estadual e da Alerj para ressaltar a importância de promover maior aproximação entre a gestão do Estado e o município, tão importante para a economia estadual graças à sua enorme relevância para a indústria energética fluminense.

“Participei agora a pouco do lançamento do Programa Limpa Rio. Aproveitei para falar da parceria com o governo estadual acabando com o isolamento de nossa cidade”, escreveu Welberth Rezende na publicação da sua rede social.

Mais cedo, pela manhã, Welberth Rezende e o secretário estadual de Ambiente e Sustentabilidade, Thiago Pampolha, firmaram uma parceria dentro do programa Florestas do Amanhã, que vai garantir o plantio de 10 mil mudas em Macaé com foco no reflorestamento da lagoa da Ajuda de Baixo.

Em ato simbólico, o prefeito e o secretário estadual plantaram uma muda de aroeira, planta que dá nome a um dos bairros mais populosos da cidade, e outra de pitanga, às margens da lagoa, representando o trabalho feito pelos colaboradores da Secretaria de Ambiente e Sustentabilidade e da Secretaria Adjunta de Serviços Públicos, que assentaram um total de 208 mudas em alusão ao aniversário de Macaé, comemorado no último dia 29 de julho.

“Reiniciamos essa discussão de receber o Governo do Estado em Macaé. Hoje estamos fazendo o plantio do Florestas do Amanhã, as outras 9.792 mudas serão plantadas na lagoa da Ajuda e na região do Rio Macaé, um projeto importante de reflorestamento e proteção às margens do rio”, comemorou Welberth Rezende.

Secretário estadual de Ambiente, Thiago Pampolha reforçou a importância de uma maior aproximação entre os poderes como medida fundamental para o desenvolvimento da cidade do interior fluminense.

“Vamos recompor toda a mata ciliar do Rio Macaé, que já está estressada e que precisa dessa proteção para o manancial e para gerar água e riqueza para a população e para as empresas da cidade”, afirmou o gestor.
De acordo com o secretário de Ambiente e Sustentabilidade de Macaé, Rodolfo Coimbra, a ideia é transformar a área da lagoa da Ajuda de Baixo em um parque urbano para que as pessoas possam fazer uso cotidiano, ampliando as possibilidades de lazer da população da vizinhança.

“Vamos mostrar à sociedade que temos espaços públicos interessantes e saudáveis que precisamos reformular e revitalizar na cidade. A ideia é regulamentar as áreas verdes e no entorno da lagoa transformar em um local para as pessoas pegarem sol, fazerem exercícios físicos, aliando o desenvolvimento econômico com crescimento sustentável e foco na restauração florestal”, revelou Rodolfo Coimbra.

Durante a ação na lagoa da Ajuda, os colabores da gestão municipal também plantaram um bosque de frutíferas com pitanga, acerola, abricó da praia e jambo, enquanto que na faixa marginal foram plantadas, aldrago, pau d’alho, guapuruvu, ipês branco, amarelo e roxo, ingá, angico, pau jacaré e outras espécies nativas.

De acordo com a prefeitura, a ideia é que a área seja transformada num bosque com espaço de sombra para a população, melhorando o microclima da região, além de incluir espaço para piquenique e outras atividades de lazer.

Mais lidas da semana