Mídias Sociais

Política

Prefeito de Macaé nega que data para retorno das aulas presenciais da rede municipal de ensino já esteja definida

Publicado

em

 

O prefeito de Macaé, Welberth Rezende (CIDADANIA), desmentiu, nesta quinta-feira, 11, que o município já tenha uma data para o retorno das aulas presenciais da rede pública municipal, paralisadas desde março de 2020, devido á pandemia do coronavírus.

Enquanto avança na campanha de vacinação, seguindo as diretrizes estabelecidas pelo Plano Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde, o município segue estudando e debatendo a pauta com os atores do processo, sindicalistas, profissionais da Educação e da Saúde, além de representantes do Ministério Público do Estado do Rio (MPRJ).

“Ao contrário do que foi divulgado por alguns veículos de imprensa, ainda não temos data definida de retorno às aulas presenciais. O protocolo de retorno está sendo debatido com a sociedade e, em breve, vamos divulgar pelos nossos canais oficiais”, escreveu Welberth Rezende, em sua conta no Twitter, na manhã desta quinta.

No dia anterior, também pelo Twitter, o prefeito revelou que esteve em reunião com um grupo de pais e alunos que se mostraram favoráveis ao retorno das atividades escolares presenciais e entregaram ao chefe do Executivo macaense um abaixo assinado com mil assinaturas obtidas em 24 horas, segundo eles.

Na publicação, Welberth Rezende explica, porém, que o protocolo de retorno continua sendo discutido, lembrando o diálogo aberto com a Câmara Municipal, com o Conselho Municipal de Educação, além de outros profissionais da rede pública municipal, tanto da Saúde quanto da Educação.

“Tratamos deste assunto com muita segurança. Estamos ouvindo os representantes da Secretaria de Saúde, da Secretaria de Educação, do Conselho Municipal de Educação, dos sindicatos ligados aos profissionais da Educação, da classe médica e do Ministério Público”, contou o prefeito.
Segundo a prefeitura, os protocolos de biossegurança e questões como a visita técnica da Vigilância Sanitária ainda estão sendo analisadas antes de o governo municipal estabelecer uma data para a volta às aulas, que deve acontecer de forma gradativa e segmentada.
“O plano de volta às aulas contará com um cronograma escalonado, que ainda está em análise. O documento vai abranger informações referentes à segurança sanitária e também relativas a aspectos pedagógicos”, acrescentou o município nesta quinta-feira.
A Prefeitura de Macaé revelou também que, antes do retorno às aulas presenciais, a Coordenadoria Especial de Vigilância Sanitária, ligada à Secretaria de Saúde, irá realizar vistorias técnicas nas escolas municipais públicas e privadas, em datas que ainda estão sendo definidas.
“Após a finalização do plano de retorno, todos os itens que o compõem serão divulgados através dos veículos de comunicação da prefeitura, para que as escolas tenham tempo hábil e possam se adequar aos protocolos e cuidados a serem observados”, concluiu o município.

Mais lidas da semana