Mídias Sociais

Política

Prefeito de Macaé confirma início do pagamento da 10ª parcela do Bolsa Alimentação nesta segunda-feira, 25, em dia voltado à Educação

Avatar

Publicado

em

 

A Prefeitura de Macaé começou a fazer os pagamentos da 10ª parcela do Bolsa Alimentação nesta segunda-feira, 25, seguindo cronograma específico para aqueles que recebem por ordem de pagamento e por crédito em conta.

Em sua conta no Twitter, na tarde desta segunda, o prefeito Welberth Rezende (CIDADANIA) confirmou os pagamentos do auxílio emergencial destinado aos alunos matriculados na rede pública municipal que se inscreveram no programa que visa minimizar os impactos da falta da merenda escolar já que as aulas presenciais foram paralisadas em março de 2020 devido à pandemia do coronavírus.

“Bolsa Alimentação já começando a cair nas contas”, publicou o prefeito.

Proposto na gestão do prefeito Dr. Aluízio (sem partido), em abril de 2020, o auxílio emergencial teve seu valor dobrado de 100 para 200 reais graças à destinação de 5,3 milhões de reais do Fundo do Legislativo pela Câmara Municipal.

De acordo com a prefeitura, o novo calendário de pagamentos do Bolsa Alimentação também será divulgado na próxima segunda-feira, 1 de fevereiro, lembrando que o benefício foi assegurado pelo prefeito até que as aulas presenciais sejam normalizadas. O programa foi criado pela antiga gestão e aprovado pelos vereadores para garantir a segurança alimentar dos alunos e compensar a falta da merenda escolar, considerada a principal refeição diária dos alunos matriculados na rede pública municipal que vivem em condição de vulnerabilidade social.

Nova escola – O prefeito dedicou sua segunda-feira, entre outros assuntos, para tratar da educação do município. Na parte da manhã, Welberth Rezende se reuniu com o secretário estadual de Educação, Comte Bittencourt (CIDADANIA) em visita às obras do Colégio Estadual Carlos Walter Marinho Campos, no Lagomar.

A nova unidade da rede pública será compartilhada pelos governos, municipal e estadual, e irá atender aos alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental II, e do Ensino Médio da rede pública de ensino na cidade.

“A parceria com o Governo do Estado é importante porque irá ampliar a oferta de vagas para os alunos do Lagomar. Estamos fortalecendo essa cooperação dentro da área de educação, com foco em atender aos alunos nas proximidades de suas residências”, avaliou Welberth Rezende.

Segundo Comte Bittencourt, a escola é uma unidade estratégica para o governo estadual, e a visita serviu para que os gestores entendessem o que falta para o término da construção, que será executada pela prefeitura, e terá os mobiliários fornecidos pelo Estado.

“A ideia é agilizar essa inauguração. O Lagomar é o maior bairro da cidade atualmente e não temos oferta de Ensino Médio no local. Além disso, o município ainda tem deficiência na oferta de [vagas do Ensino] Fundamental nesse bairro, por isso, é primordial nossa parceria. Com a visita, as duas equipes de infraestrutura irão planejar a execução dessa etapa que falta. A prefeitura faz a obra e o Governo do Estado monta a escola”, revelou o secretário estadual de Educação.

A secretária de Educação de Macaé, Eliane Araújo, acrescentou que a nova unidade será utilizada pela prefeitura no turno da manhã e pelo Governo do Estado nos períodos da tarde e da noite, revelando ainda que a previsão é de que as obras sejam entregues em março de 2022.

“Com o término da fase documental, a previsão é retomar as obras neste 1º trimestre. Falta pouco para terminar a construção. Essa escola vai atender toda nossa demanda do [Ensino] Fundamental II no Lagomar, ou seja, os alunos que estudam no Centro ou em outro bairro, vão passar a estudar perto de suas residências. Além disso, atenderemos a demanda da Educação Básica de Macaé conforme dispõe a lei, que autoriza a celebração do termo de cooperação”, detalhou Eliane Araújo.

O Colégio Estadual Carlos Walter Marinho Campos está localizado na Avenida W 18, lote 222, quadra 20, Lagomar, e terá capacidade para atender 2.880 estudantes, com 24 salas de aula, com capacidade para 40 alunos em cada uma delas.

Livros novos – Nesta terça-feira, 26, a rede pública municipal de ensino de Macaé inicia a entrega de livros didáticos para os diretores das escolas municipais, direcionados aos alunos do Ensino Fundamental e do Ensino Médio.

Segundo a prefeitura, a distribuição dos livros seguirá cronograma específico das unidades escolares e os protocolos de distanciamento social para evitar aglomerações nas escolas, uma das principais medidas de prevenção ao contágio do coronavírus.

O município lembra ainda que os alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental, assim como os alunos do Ensino Médio, que ainda não entregaram os livros utilizados no ano letivo de 2020, já podem comparecer nas unidades escolares, conforme agendamento prévio para fazer a devolução.

“A indicação do programa de Livro Didático da Secretaria de Educação é que os exemplares sejam devolvidos em bom estado de conservação, para reutilização em 4 anos consecutivos, uma vez que a devolução é obrigatória e necessária”, reforça a prefeitura.

Enquanto as aulas presenciais seguem paralisadas devido à pandemia, o município informa que a entrega dos livros segue as regras de distanciamento social visando priorizar a proteção de quem vai devolver e também do profissional envolvido no trabalho.

Para devolver os livros, os pais ou responsáveis pelos alunos menores de 18 anos e os alunos maiores de 18 anos devem seguir todos os protocolos de prevenção ao contágio do vírus, como o uso de máscaras, o distanciamento, não compartilhar caneta em assinatura de documento, higienizar as embalagens das encomendas com álcool 70% ou isolar os materiais por 72 horas antes de usar.

Mais lidas da semana