Mídias Sociais

Política

Preço da gasolina nas refinarias da Petrobras segue em queda com nova redução nesta terça-feira, 13

Publicado

em

 

Refinarias da Petrobras passam a comercializar a gasolina a R$ 1,6616 nesta terça-feira, 13, com novo reajuste e empresa confirma momento de queda do preço do combustível que se iniciou em setembro deste ano

Uma nova redução no preço da gasolina praticado nas refinarias da Petrobras começa a vigorar nesta terça-feira, 13, quando o valor será reajustado para R$ 1,6616, redução calculada em 0,7% em relação ao preço anterior, que era de R$ 1,6734.

O novo reajuste segue a tendência de diminuição de preços registrada desde 25 de setembro, quando o preço do litro nas refinarias baixou de R$ 2,2514 para R$ 2,2381 (corte de 0,59%), acumulando uma queda de 26,19% desde então.

Considerando somente o mês de novembro, a redução do custo do litro da gasolina nas refinarias chega a 10,8%, assim como acontece com o preço do barril do petróleo, que também está em queda, variando na casa dos 70 dólares.

Apesar da redução da gasolina, o preço do óleo diesel, que causou uma das maiores greves recentes da história do país em maio desse ano, permanece inalterado em R$ 2,1228, segundo informações do site da Petrobras.

Apesar da redução do preço da gasolina, que se estende desde setembro, o preço para os consumidores segue inalterado, já que a gasolina e o diesel vendidos nas refinarias às distribuidoras são diferentes dos produtos à venda nos postos de combustíveis. Nas refinarias, a gasolina é vendida antes de ser misturada ao etanol, e o diesel, sem adição de biodiesel.

O repasse ou não da queda de preço nas refinarias aos postos de combustíveis depende dos outros elos da cadeia, incluindo distribuidoras e revendedoras, bem como tributos incidentes sobre o produto e a mistura obrigatória de etanol anidro, que chega a 27%.

Os tributos que incidem sobre os combustíveis são o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS, estadual); a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide, federal); o Programa de Integração Social / Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PIS/Pasep, federal); e a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (CSLL, federal).


 

Mais lidas do mês