Mídias Sociais

Cidades

Petrobras anuncia revisão de seu plano de negócios com investimento superior a 18 bilhões de reais na Bacia de Campos

Publicado

em

 

Empresa reconhece importância da bacia que, segunda ela, corresponde a 50% de sua produção

(Legenda da foto: Base da Petrobras na Imbetiba, que atravessa a cidade até a Praia Campista, é apenas uma das 3 instalações mais importantes que a empresa tem no município de Macaé, onde a estatal atua há 40 anos)

Conforme já havia antecipado o Presidente da Petrobras, Pedro Parente, em visita ao Prefeito de Macaé, Dr. Aluízio (PMDB), a estatal brasileira anunciou nesta semana a revisão de seu Plano de Negócios e Gestão (PNG) para o período entre 2018 e 2022.

Os dados do plano confirmam a importância da Bacia de Campos para a empresa, que reconhece que 50% de toda sua produção óleo e gás vem desta bacia. Por isso, os planos para ela são grandes, com previsão de investimentos na casa dos 18,9 bilhões de reais pelos próximos 5 anos.

E como o próprio Presidente da Petrobras deixou claro durante a conversa com a imprensa quando esteve no gabinete da prefeitura, a maior beneficiada com esses investimentos será Macaé, que concentra uma das maiores bases de operação da estatal em todo país.

“A região está pronta para o recomeço, se preparando para um novo ciclo fundamental não só para a região, mas para todo o Brasil. Isso demonstra o vigor que a região ainda tem. Temos, ainda, o anúncio da licitação para a reforma de 39 plataformas, gerando 3.000 empregos diretos. Um recomeço com eficiência, competência, com novos empregos e evitando o desperdício”, analisou Dr. Aluízio.

A importância da Bacia de Campos é tanta, que não por acaso, em parceria com a norte-americana ExxonMobil, a Petrobras arrematou 6 novos blocos de exploração de óleo e gás na bacia durante a 14ª Rodada de Licitações do pós-sal, realizada em setembro deste ano, investindo mais de 3,6 bilhões de reais.

De acordo com o PNG da empresa, serão 4 novos sistemas e 91 projetos de aumento do fator de recuperação até 2022 na Bacia de Campos, além de novos investimentos no campo Tartaruga Verde e Mestiça já em 2018, no Integrado Parque das Baleias em 2021, e a revitalização de Marlin 1 e Marlin 2 em 2022.

Além disso, o PNG revisado pela Petrobras para os próximos 5 anos prevê ainda mais investimentos para a região no futuro, já que recentemente, a empresa anunciou novas descobertas do pré-sal nos campos de Forno, onde o plano fala em Sistema de Produção Antecipada (SPA) em 2019, de Brava, de Tracajá, de Poraquê Alto, e de Carimbe, todos na Bacia de Campos.

Os anúncios reforçam a expectativa de crescimento não apenas para Macaé como para toda a região, já que, com a retomada de investimentos da indústria do petróleo, novos empregos e oportunidades devem voltar a aparecer em breve, espantando a crise que se abateu sobre as cidades produtoras em todo país, desde 2014.

Tunan Teixeira

Mais lidas da semana