Mídias Sociais

Política

Partidos começam a anunciar datas das convenções partidárias em Cabo Frio

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

Os partidos de Cabo Frio já começaram a anunciar as datas das convenções partidárias, que definirão os nomes dos candidatos a prefeito e vice de Cabo Frio, na eleição suplementar marcada para acontecer no dia 24 de junho.

Tudo indica, que o PDT irá realizar sua convenção no mesmo dia e horário do MDB, partido do ex-prefeito, Marquinho Mendes.

Pelas redes sociais, o Movimento Democrático Brasileiro (MDB), já está convidando à população para a convenção, que será realizada na segunda-feira, 14, às 19h, na Associação Atlética Cabo-friense, no Centro de Cabo Frio. O convite está sendo feito pelo ex-prefeito e presidente do partido, Marquinho Mendes.

Apesar de ainda não ter anunciado oficialmente, o Partido Democrático Trabalhista (PDT) já teria informado a possibilidade da sua convenção ser no mesmo dia e horário, porém em local a ser confirmado.

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) também já oficializou o convite. O presidente do partido, Lucas Muller Mello, convocou seus convencionais para estarem presentes na convenção que será realizada na segunda-feira, 14, às 10h30, no espaço cultural Teatro Quintal, no Parque Burle.

A Rede Sustentabilidade ainda não se pronunciou sobre quando realizará sua convenção.

Vale lembrar que os partidos terão que registrar seus candidatos até às 19h do dia 19 de maio. A partir da publicação das candidaturas pelo cartório eleitoral cabo-friense, candidatos, partidos, coligações e Ministério Público Eleitoral (MPE) têm cinco dias para impugnar um registro. Lembrando ainda que, qualquer cidadão eleitor pode noticiar à autoridade eleitoral que um candidato seja inelegível, desde que a petição tenha documentos que a fundamentem e que a mesma seja encaminhada ao MPE. Todos os pedidos de registro de candidaturas para a eleição suplementar, mesmo os impugnados, deverão estar julgados pelo juiz da 96ª Zona Eleitoral e as respectivas decisões publicadas até o dia 8 de junho de 2018.

A propaganda eleitoral está permitida a partir de 20 de maio, em rádio e TV. "A divulgação, em rede de rádio e televisão, da propaganda eleitoral gratuita deverá ser disciplinada pelo juiz da 256ª Zona Eleitoral após reunião prévia com partidos políticos, coligações, candidatos, emissoras e Ministério Público Eleitoral.

Após as eleições, a diplomação deve ocorrer, no máximo, até o dia 16 de julho.

 

Mais lidas da semana