Mídias Sociais

Política

Ministério Público eleitoral pede impugnação de Mirinho Braga

Avatar

Publicado

em

 

O Ministério Público Eleitoral (MPE) ingressou na Justiça Eleitoral de Búzios pedindo as impugnações das candidaturas dos candidatos a Prefeito Delmires De Oliveira Braga (PDT), popularmente conhecido como Mirinho Braga, Assim como do candidato a Vice-Prefeito Genilson Drumond De Pina (SD), que vem na chapa do candidato a Prefeito Felipe Lopes.

A partir de agora o Juiz Eleitoral de Búzios analisará os pedidos e dará o seu veredito.

 

Lista de irregularidades de Mirinho é grande - O ex-prefeito e atual candidato, Mirinho Braga, foi condenado em março deste ano por improbidade administrativa, e teria que reembolsar R$ 1,4 milhões aos cofres públicos, além de ter seus diretos políticos caçados por dez. Ele junto com o ex-secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão Ruy Ferreira Borba Filho, foram acusados por supostos crimes de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha e de enviarem dinheiro para o exterior, segundo investigação de Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ).

Já em abril do ano passado, o ex-secretário foi preso com mais cinco pessoas durante a operação Curriculum Vitae do Gaeco sob suspeita de crimes de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, sonegação fiscal, peculato e falsidade ideológica. Buscas e apreensões foram feitas em seu apartamento no Leblon, na Fundação Bem Te Vi e na sede do jornal ‘Primeira Hora’, do qual era sócio na Região dos Lagos.

Em 2012, Delmires Braga foi condenado pela Justiça Eleitoral a uma multa de R$ 50 mil. Ele foi acusado de captação ilícita de votos. Por conta disso, ficaria inelegível por oito anos.

 

Mais lidas da semana