Mídias Sociais

Política

Ministério da Educação anuncia liberação de 43 milhões de reais para acelerar conclusão de 96 obras em andamento

Avatar

Publicado

em

 

O Ministério da Educação (MEC) anunciou a liberação de 43 milhões de reais para obras em instituições federais de ensino superior, investimentos que, segundo a pasta, devem acelerar a conclusão de 96 construções em andamento.

As informações foram divulgadas na última quinta-feira, 17, e do total, 14,3 milhões de reais vão para concluir 54 obras com execução em 75% ou mais, com o restante sendo destinado para outras 42 intervenções já iniciadas, mas com porcentual menor de andamento.
Secretário de Educação Superior do MEC, Arnaldo Lima ressaltou que mantém diálogo constante com os reitores das instituições federais de ensino superior, e os recursos visam acelerar obras que sirvam como fontes de recursos, além de beneficiar os estudantes.

O MEC revelou também que havia empenhado cerca de 82 milhões de reais para investimentos nas universidades em 2019, mas com a nova liberação de recursos, o investimento terá um acréscimo de mais de 50% do total.
Segundo a pasta, as principais obras incluem o Complexo de Saúde da Universidade Federal de Lavras (UFLA), em Minas Gerais; o Núcleo Integrado de Pesquisas e Inovação Tecnológica da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN); e o Instituto de Ciências Básicas da Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

O anúncio, porém, contraria uma tendência da atual gestão do governo federal, que, segundo reportagem de agosto do portal G1, teria contingenciado 218 milhões de reais em verbas para as universidades federais no Estado do Rio.

Ainda de acordo com a matéria, os números teriam surgido de cálculos do próprio Ministério da Educação, e afetariam a gestão da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), da Universidade Federal Fluminense (UFF), da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio), e do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (Cefet-RJ).

Mais lidas da semana