Mídias Sociais

Política

Macaé promove Dia D de vacinação pediátrica contra o coronavírus neste sábado, 12, para crianças de 5 a 11 anos

Publicado

em

 

A Prefeitura de Macaé promove, na manhã deste sábado, 12, um Dia D de vacinação pediátrica contra o coronavírus, voltada para a aplicação da 1ª dose das vacinas em crianças com idade entre 5 e 11 anos.

A vacinação acontece em 34 polos de vacinação no município, das 8h30 às 12h, tanto na região central quanto na região serrana, com objetivo de ampliar o percentual de imunização para as crianças dessa faixa etária.

Entre os 34 polos de vacinação, estão as unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESF), a sala de vacina do Pronto Socorro do Parque Aeroporto, a Unidade Básica de Saúde (UBS) Barramares, e o Centro de Especialidades Médicas Dona Alba.

A prefeitura explica que neste sábado de Dia D de vacinação, a Casa da Vacina, que passou a funcionar no Centro de Saúde Dr. Jorge Caldas, no centro da cidade, não realizará atendimento ao público.

“Para receber a 1ª dose, as crianças de 5 a 11 anos devem estar acompanhadas dos pais ou [de um] responsável legal que precisam apresentar Caderneta de Vacinação, Carteira de Identidade ou Certidão de Nascimento. Caso a criança não esteja acompanhada dos pais ou responsáveis legais, é preciso apresentar um termo de consentimento dos mesmos permitindo assim a vacinação. Vale lembrar que as crianças de 11 e 5 anos que pertencem ao grupo prioritário (pessoas com deficiência e com comorbidades) também podem comparecer aos polos neste sábado”, detalhou o município.

Ainda sobre as ações de combate à pandemia da Prefeitura de Macaé, nesta quinta-feira, 10, o prefeito da cidade, Welberth Rezende (CIDADANIA), recebeu o vice-prefeito de Carapebus, Borginho (CIDADANIA), para uma visita ao Centro de Acolhimento e Reabilitação Pós-Covid (CARP) de Macaé, o 1º do interior do Estado.

A unidade conta com uma equipe multidisciplinar que é responsável por atender, identificar e promover o tratamento adequado a cada paciente que apresenta sequelas provenientes da infecção por coronavírus.

“O modelo criado aqui se tornou referência e ficamos felizes em receber a comitiva de Carapebus que veio conhecer de perto o nosso trabalho, com a ideia de replicar em seu município a experiência bem sucedida de Macaé”, comentou Welberth Rezende.

Para Borginho, conhecer as instalações do CARP em Macaé foi muito importante para o planejamento do município de implantar uma unidade de reabilitação na cidade para tratamento dos pacientes com sequelas do coronavírus.

“É viável implantar o serviço em Carapebus, junto à nossa rede pública municipal de Saúde. Os pacientes precisam desse atendimento”, destacou o vice-prefeito de Carapebus.

Segundo a coordenadora das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Carapebus, Adilce Rozendo, os pacientes da cidade que tiveram coronavírus são atendidos na rede regular de saúde do município, e uma unidade como o CARP proporcionará agilidade no atendimento da rede.

Na comitiva da Prefeitura de Carapebus, estiveram ainda a fisioterapeuta Fernanda Tavares, e o vereador Robson Xaropinho (DC), que lembrou a necessidade de aprovação do Legislativo para que o projeto comece a funcionar na cidade.

Inaugurado em novembro de 2020, o CARP de Macaé funciona no Centro de Reabilitação Dona Sid Carvalho, que pertence ao complexo do Centro de Especialidades Médicas Dona Alba, no centro da cidade, com atendimento às segundas e quartas-feiras, das 8h às 17h.

Mais lidas da semana