Mídias Sociais

Política

Macaé e Rio das Ostras ampliam horário de atendimento na vacinação contra o coronavírus nas duas cidades

Publicado

em

 

As campanhas de vacinação contra o coronavírus seguem nos municípios da região, com estratégias de ampliação de horários e ofertas de atendimento, além de mutirões de imunização para melhorar os números de pessoas protegidas contra o vírus.

Em Macaé, que flexibilizou o uso de máscaras em locais abertos na cidade, a prefeitura divulgou que a aplicação da 1ª, da 2ª e da 3ª dose continuam nos 32 polos de imunização, das 8h às 12h, e também na Casa da Vacina, das 8h às 20h, e no polo do Shopping Plaza Macaé, das 13h às 17h.

Além das 3 doses, os 32 polos de atendimento, a Casa da Vacina e o polo do Shopping Plaza Macaé realizam também a aplicação da 4ª Dose para os idosos a partir de 80 anos que já cumpriram o prazo de 4 meses de aplicação da 3ª dose.

“A equipe da Saúde alerta à população para conferir as datas escritas no Comprovante de Vacinação, garantindo, assim, o ciclo completo do novo esquema vacinal que assegura a imunização contra a Covid-19 (sigla, em inglês, para Coronavirus Disease 2019)”, recomenda a Prefeitura de Macaé.

Já em Rio das Ostras, que ainda mantém a obrigatoriedade do uso das máscaras na cidade, a vacinação também teve atendimento ampliado no polo que funciona no Iate Clube, na Boca da Barra, que passa a atender das 8h às 19h, a partir desta segunda-feira, 28, e até 0 próximo dia 1 de março, para atender a população com idade a partir de 12 anos.

O município ainda tem oferta de vacinação contra o coronavírus no posto de Estratégia de Saúde da Família (ESF), no Âncora, e na Casa da Criança, na Cidade Praiana, que atendem das 8h às 16h, além do Espaço de Eventos Celso Jappour, em Costazul, voltado apenas para a vacinação pediátrica, para crianças com idade entre 5 e 11 anos, e que também funciona das 8h às 16h.

“Rio das Ostras segue convocando a população rio-ostrense apta a receber a dose de reforço (3ª dose) da vacina contra a Covid-19. Mesmo com a divulgação ampla e com o calendário específico para este público, a cidade ainda não alcançou o percentual desejado de vacinados com a 3ª dose, contemplando apenas 40,74% dos munícipes”, explica a Prefeitura de Rio das Ostras.

O município reforça que a 3ª dose, também chamada de dose de reforço, tem como objetivo aumentar a imunidade adquirida no esquema inicial, o que é considerado essencial após estudos sinalizarem a diminuição da proteção com o passar do tempo.

“A baixa procura pelo reforço é preocupante, principalmente neste momento, onde se estuda a possibilidade de liberar o uso de máscaras. Entretanto, para que esta decisão seja tomada de forma responsável e segura, é fundamental que as pessoas estejam totalmente imunizadas”, avaliou Emanuele Valente, enfermeira e Chefe da Divisão de Imunização, da Secretaria de Saúde de Rio das Ostras.

Também ainda sem flexibilizar o uso de máscaras na cidade, o município Cabo Frio realizou, neste sábado, 26, mais um mutirão de vacinação contra o coronavírus (na foto), aplicando os imunizantes em 1.086 pessoas com idade a partir dos 5 anos de idade.

“O objetivo do mutirão foi incentivar a imunização de pessoas acima de 5 anos que precisam receber a primeira dose ou completar o ciclo vacinal”, contou a Prefeitura de Cabo Frio.

Nesta semana, o município segue com sua campanha de vacinação em 23 postos de saúde, que realizam a aplicação do imunizante, de terça a sexta-feira, das 9h às 16h30, lembrando que a Secretaria de Saúde selecionou locais para atender o público infantil e para atender o público adulto e adolescente.

“Como reforçamos desde o início da campanha, completar o ciclo vacinal é de extrema importância. As demais doses aumentam a proteção contra a covid-19 e ajudam a prolongá-la. Por isso, reforçamos que cada cidadão verifique o cartão de vacina para acompanhar o prazo para aplicação do imunizante”, explica Patrícia Freitas, coordenadora do Programa de Imunização.

O ciclo vacinal, citado pela servidora da Secretaria de Saúde de Cabo Frio, o esquema vacinal completo, como também chamado, se refere a receber duas doses das vacinas AstraZeneca, CoronaVac e Pfizer, ou a dose única da Janssen.

A vacinação contra o coronavírus, tanto nessas 3 cidades quanto em outras da região do entorno da Bacia de Campos, segue nesta semana, com cada cidade adotando estratégias e calendários próprios para melhor atender seus habitantes.

Mais lidas da semana