Mídias Sociais

Política

Macaé, Campos e Quissamã divulgam resultados da vacinação do Dia D da campanha contra o sarampo

Avatar

Publicado

em

 

No último sábado, 1 de fevereiro, aconteceu o Dia D da campanha de vacinação contra o sarampo em diversas cidades da região, e algumas delas, como Macaé, Campos dos Goytacazes e Quissamã, já divulgaram os resultados das vacinações.

Em Macaé, a Secretaria de Saúde confirmou a imunização de 1.625 pessoas entre 6 meses e 59 anos de idade, público alvo da campanha do Ministério da Saúde, utilizando 31 unidades de saúde do município, só no último sábado.

O número foi o mais alto dos divulgados pelos municípios da região até a tarde desta segunda-feira, 3, seguido pelas mais de 600 pessoas em Campos e das mais de 150 em Quissamã, onde a enfermeira Natália Valença, ouvida pela prefeitura, revelou que a cobertura do Dia D da campanha contra o sarampo já chegou a 96%.

“Imunizamos um total de 155 pacientes, com idade entre 6 meses e 59 anos. A ação atendeu nossas expectativas, principalmente na faixa etária de 30 a 59 anos, e é importante destacar que os adultos também precisam estar com a carteira de vacinação em dia, pois a incidência do sarampo está em alta nesse público”, contou a servidora de Quissamã no site da prefeitura.

Em Campos, a Secretaria Saúde avaliou que as mais de 600 doses aplicadas no sábado passado representam um número considerado positivo. Assessora chefe da Vigilância Epidemiológica e Imunização, Roberta Lastorina reforçou a importância da vacinação tanto para a população que se imuniza pela 1ª vez, quanto para a 2ª dose, que completa o ciclo vacinal, em proteção ao sarampo.

“O objetivo é imunizar aqueles que ainda não tenham se vacinado e completar os esquemas vacinais que estejam incompletos, porque somente dessa forma conseguimos fazer a prevenção contra o sarampo”, avaliou a servidora campista.

Em Macaé, a responsável pelo Programa de Imunização, Luciana Santos, contou que 3.574 pessoas compareceram aos postos no Dia D, mas que muitas pessoas estavam com o cartão de vacinação em dia e não precisaram tomar a vacina contra o sarampo.

“Elas estiveram presentes, tiveram o cartão avaliado, porém, estavam com o cartão em dia. Porque essa campanha é feita mediante a apresentação e avaliação do cartão. Quem não se vacinou ainda pode e deve procurar um posto de saúde para colocar o cartão de vacinação em dia”, comentou Luciana Santos.

A Secretaria de Saúde da Capital Nacional do Petróleo lembrou que em alguns casos, quem recebeu 1ª dose, não necessita da 2ª, mas é preciso confirmar na unidade de saúde disponível, além de reforçar que a imunização contra o sarampo vem sendo intensificada no Estado do Rio, por conta do reaparecimento de casos.

“Vale lembrar que o Ministério da Saúde reforça que todos os municípios do Estado do Rio de Janeiro estão abastecidos da vacina que previne a doença e a orientação é para que as pessoas procurem a unidade mais próxima para vacinação, pois a imunização é a única forma de prevenção”, ponderou a Prefeitura de Quissamã.

Apesar da preocupação estadual, o Departamento de Vigilância Epidemiológica de Campos explicou que o município alcançou a meta da última campanha de intensificação nacional, lembrando que não há casos de sarampo confirmados no município desde 2007, quando foi implementado o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) na cidade.

“A vacina disponível é a tríplice viral, que protege do vírus do sarampo, [da] caxumba e [da] rubéola. A meta foi imunizar as pessoas na faixa etária, que ainda não tinham recebido a vacina ou estão com a vacinação incompleta contra o sarampo”, acrescentou a Prefeitura de Macaé.

Em Quissamã, as doses seguem disponíveis em todas as Unidades de Saúde da Família (USFs), das 8h às 11h30, e das 13h30 às 16h30; e no Centro de Saúde, das 8h às 12h, e das 14h às17h, mediante a apresentação da caderneta de vacinação.

Em Campos, as doses estarão disponíveis de segunda-feira a sexta-feira, em 41 salas, que funcionam das 8h às 17h, sendo que o polo de vacinação no Centro de Saúde atende em horário estendido, das 7h às 18h.

Já em Macaé, serão 33 unidades de saúde e postos de imunização, tanto nos bairros da região central do município quanto nos distritos da região serrana, que, assim como em outras cidades, continuarão vacinando até o próximo dia 13 de março, quando se encerra a campanha de vacinação contra o sarampo.

A doença é transmitida por meio da fala, da tosse e do espirro, e seus principais sintomas são, mal-estar geral, febre, manchas vermelhas que aparecem no rosto e vão descendo por todo o corpo, além de tosse, coriza e conjuntivite.

Para pessoas acima de 60 anos, a recomendação da campanha de vacinação é para que elas busquem a imunização apenas em casos de viagem para localidades com a circulação viral ativa e em casos de recomendação médica.

Mais lidas da semana