Mídias Sociais

Política

Levantamento feito por Conselho Federal de Medicina mostra Macaé como segunda cidade que mais investe em saúde no estado

Avatar

Publicado

em

 

Uma das novas unidades de Saúde entregues pela Prefeitura de Macaé, Posto de Saúde da Família (PSF), atende moradores do baixo da Ajuda e adjacências

Em lista divulgada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) com dados de investimentos per capita, ou seja, por habitante, de cada município do país em ações e serviços públicos de saúde, a cidade de Macaé aparece em destaque, ocupando a segunda posição no Estado do Rio.

No levantamento, que traz apenas investimentos feitos com recursos próprios de cada município, a cidade de Porto Real, na Região do Médio Paraíba, no sul do estado, aparece em primeiro lugar, com investimentos de R$ 1.843,94 por habitantes na área da Saúde, com Macaé em segundo, com R$ 1.638,56.

Também da Região Norte Fluminense, São João da Barra aparece na terceira posição, com investimentos per capita na casa dos R$ 1.472,94, seguida por Piraí, também no sul do estado, com R$ 1.204,86, e Macuco, com R$ 1.141,84.

Comparadas apenas as cidades da região, exceto por Quissamã, entre as 10 primeiras, com investimentos per capita na saúde de R$ 1.056,64, os números divulgados na lista da CFM são baixos.

O menor investimento per capita com recursos próprios na área da Saúde na região é de Araruama, com R$ 223,51, seguida de São Pedro da Aldeia, com R$ 288,01. Um pouco mais acima, estão Conceição de Macabu, com R$ 411,08, Casimiro de Abreu, com R$ 460,27, Rio das Ostras, com R$ 468,02, Iguaba Grande, com R$ 544,65, quase empatada com Arraial do Cabo, que investe R$ 544,90, por menos que Cabo Frio, com R$ 555,14, Campos dos Goytacazes, com R$ 567,95, Carapebus, com R$ 636,76, e Armação dos Búzios, com R$ 997,03.

Mais lidas do mês